Home - Convergência Digital

Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

Convergência Digital - 18/06/2020

A Anatel abriu uma consulta pública requisitos técnicos e operacionais da faixa de frequências de 3.300 MHz a 3.700 MHz. Na prática, etapa necessária para avançar com a proposta que eleva a oferta desse naco do espectro no leilão do 5G – ainda sem data certa de realização. 

Formalmente, a consulta submete a contribuições da sociedade a proposta de ato que aprova os requisitos técnicos e operacionais de uso da faixa de frequências de 3.300 a 3.700 MHz (3,5 GHz-TDD), endereçando questões de potência e emissões indesejáveis. 

A dificuldade em evitar interferências na recepção das antenas parabólicas, no entanto, já leva a Anatel a avaliar alternativas, inclusive a possibilidade de que não sobrem os mencionados 400 MHz para uso pelo 5G, caso adote-se uma banda de guarda maior entre as operações. 

“Temos a questão de garantir a convivência e talvez os 100 MHz [de banda de guarda] precisem se tornar 120 MHz. Simulações que fizemos apontaram nesse sentido. Talvez precisemos de uma banda de guarda um pouco maior. E aí não necessariamente teremos os 400 MHz, mas 380 MHz ou alguma coisa nesse sentido”, já admitiu o presidente da agência, Leonardo de Morais. 

Adicionalmente, a Anatel publicou os requisitos técnicos e operacionais de uso da faixa de 2.300 MHz a 2.400 MHz para utilização por estações no Serviço Móvel Pessoal – SMP, no Serviço de Comunicação Multimídia – SCM, no Serviço Telefônico Fixo Comutado – STFC e no Serviço Limitado Privado – SLP. Medida também de preparação do leilão do 5G. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/08/2020
EUA vão vender 100 MHz para impulsionar 5G

10/08/2020
Por acordo com Anatel, TIM começa a ressarcir R$ 4 milhões em cobranças

10/08/2020
Huawei dá o troco e Qualcomm alerta para o risco dos EUA perder muito dinheiro

07/08/2020
STJ descarta preferência à Anatel para receber dívida da Oi

06/08/2020
Relator propõe enquadrar TV linear na internet como SVA e não como TV paga

06/08/2020
Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

06/08/2020
Huawei não pode ser usada para atrasar ainda mais o leilão 5G

06/08/2020
Se Anatel quiser, redes privadas não precisam esperar o leilão 5G

06/08/2020
Huawei usa robôs em centro de distribuição no Brasil com uso do 5G industrial

05/08/2020
Anatel lança guia para ajudar pequenos prestadores e ISPs

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site