GESTÃO

Ex-presidente dos Correios assume o ITI

Luís Osvaldo Grossmann ... 03/06/2020 ... Convergência Digital

ATUALIZADA - Como o Convergência Digital antecipou, Carlos Fortner foi nomeado para a presidência do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. A nomeação foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite de quarta-feira, 03/06. Na tarde de ontem, o Convergência Digital falou da troca de comando:

O mercado da certificação digital no Brasil ficou sabendo nesta quarta, 3/6, que o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, órgão central da infraestrutura de chaves públicas brasileira, vai trocar de comando. Deve assumir o posto o ex-presidente dos Correios Carlos Roberto Fortner. 

O atual presidente, Marcelo Buz, vereador da gaúcha São Leopoldo que foi para o ITI quando Onyx Lorenzoni foi comandar a Casa Civil da Presidência da República, publicou sua despedida do órgão nas redes sociais. 

“Estou encerrando hoje mais um ciclo profissional. Peço exoneração (demissão) do cargo de Diretor-Presidente do ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, autarquia vinculada à Casa Civil da Presidência da República”, revelou no Facebook. 

Carlos Fortner foi vice presidente financeiro e depois presidente dos Correios, durante a gestão de Gilberto Kassab no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Além da troca na presidência do ITI, as mudanças também devem afetar as diretorias de infraestrutura de chaves públicas e a de auditoria, fiscalização e normalização. 


Carreira
Vivo está com 1.000 vagas abertas call centers em Curitiba e Fortaleza

As etapas do processo seletivo e a admissão serão 100% digitais e os interessados têm de ter habilidade para trabalhar em home office. Precisam ter ensino médio completo, domínio de informática e pacote office.

Governo busca interesse dos órgãos federais em postos para carros elétricos

Acordo entre o governo federal e o governo do Distrito Federal já prevê a instalação de seis ‘eletropostos’, mas demanda pode aumentar esse número.

Governo chega à marca de 1 mil serviços públicos digitalizados

Desempenho mantém em curso a meta de digitalização total de 3,8 mil serviços até 2022. 

Intelit: Compras públicas têm de abrir espaço à inovação e às startups

O CEO da prestadora de serviços de TI, Lincoln dos Santos Pinto, observa que um processo de compra pública leva em torno de seis meses, o que atrasa a inovação. Sobre a venda do Serpro e Dataprev, lembra da LGPD e defende o Estado como tutor dos dados pessoais do cidadão.

Governo federal x sindicatos: Proibido o recolhimento da contribuição sindical dos servidores

Portaria publicada nesta segunda, 5/10, orienta sobre "impossibilidade de cobrança de contribuição sindical por parte do servidor público federal da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional".




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G