Clicky

Governo tem quatro normas na fila para direcionar investimentos de telecom

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/05/2020 ... Convergência Digital

O governo federal tem quatro instrumentos regulatórios à mão para induzir as operadoras de telecomunicações a levarem serviços mesmo em locais de baixa atratividade econômica. E segundo o secretário de telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes, vai usá-los em série para direcionar o acesso à redes. 

“Historicamente tem sido um sucesso utilizar parte da arrecadação dos leilões para direcionar investimentos. Assim chegamos a 90% das cidades com 4G, a 100% das cidades com 3G”, afirmou o secretário em debate online promovido pelo portal Tele.Síntese nesta segunda, 25/5. Como apontou, “não vai ser diferente com o edital do 5G” e demais movimentos normativo/regulatórios no futuro próximo. 

“Com base no Decreto 9.612/18,  que é um grande guarda-chuva debaixo do qual estão as outras políticas públicas, colocamos atendimento com 4G ou superior para vilas e aglomerados rurais com mais de 600 habitantes. Colocamos as rodovias federais. E fibra óptica nas redes de transporte de alta velocidade em municípios que ainda não estavam atendidos.”

“E as demais áreas? Temos uma série de instrumentos de politica pública à disposição do estado. Temos o edital do 5G; a migração do regime de concessão para autorização, que vai carregar uma série de investimentos obrigatórios; uma portaria que está sendo editada para estabelecer a política pública dos Termos de Ajustamento de Conduta, com as prioridades; e temos também o PGMU, que já é um instrumento muito utilizado. Estamos pensando até em fazer modificações no PGMU, focadas em redes de transporte. Edital, Lei, Portaria e PGMU devem trazer uma série de investimentos.”


Internet Móvel 3G 4G
Magalu faz quarta aquisição para delivery de alimentos

Plus Delivery vai integrar a AiQFome, presente em 580 cidades, sobretudo pequenas e médias e atingiu mais de 2,7 milhões de pedidos no último mês. O valor da aquisição não foi revelado.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

À espera da venda para TIM, Claro e Vivo, Oi Móvel emite R$ 2 bilhões em debêntures

Em fato relevante, a operadora informou que as debêntures serão subscritas e integralizadas por fundo de investimento gerido por subsidiária do Banco BTG Pactual S.A. Operação segue em análise no CADE e na Anatel.

Red Hat: para ser cloud nativa, uma tele precisa mais do que transformação digital, precisa de nova cultura

Mudar a mentalidade é essencial para que uma operadora de telecomunicações transforme seus negócios e suas redes, afirma Livio Tulio Silva, da Red Hat.

Cade aprova venda do controle da empresa de fibra da TIM para IHS

Operadora vai receber R$ 1 bilhão e pretende usar o dinheiro para pagar a fatia com a qual vai ficar a partir da compra da Oi Móvel.

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G