GESTÃO

BNDES descontinua BNDES Direto 10, voltado para PMEs de TICs

Ana Paula Lobo e Luís Osvaldo Grossmann ... 21/05/2020 ... Convergência Digital

A linha de financiamentos para empresas de menor porte, centradas em tecnologia, criada pelo BDNES em meados de 2019 foi suspensa em novembro do mesmo ano. Expressamente estabelecida para preencher a lacuna de aportes em segmentos com dificuldades de apresentar garantias, a chamada BNDES Direto 10 não tem substituto. 

“O BNDES reconhece que há lacuna de crédito para empresas com crescimento acelerado mas sem garantia. A gente queria um instrumento adaptado, com alguma flexibilização no tratamento, e foi criado BNDES Direto 10, para permitir investimentos a partir de R$ 1 milhão, não R$ 10 milhões que é a regra normalmente adotada”, explicou o gerente de Planejamento, Estudos e Produtos para TI, Telecom e Economia Criativa do BNDES, Carlos Azen, em webinar promovido pela Associação Brasileira da Empresas de Software, ABES, nesta quarta-feira, 20/05.

“O BNDES Direto 10 substituiria o BNDES Prosoft, que tinha esse espírito. Mas por várias questões, pela revisão do papel do banco, com maior prestação de serviço para o governo, com a agenda de privatizações, foi decidido ainda em novembro de 2019 suspender novas operações com o BNDES Direto 10”, disse Azen. 

A mencionada lacuna continua. Empresas de menor porte, especialmente do setor de software, cujo “ativo” é a força de trabalho de milhares de programadores, têm dificuldades em apresentar as garantias exigidas para obter financiamentos. Daí a importância apontada pelo segmento para essa linha, extinta, que era voltada para investimentos em setores de alta complexidade tecnológica e intensivos em conhecimento, em TICs, educação, e economia criativa. Era uma forma de até pequenos provedores internet conseguirem crédito. 

Os números mais recentes do BNDES sugerem que a dificuldade voltou a ser grande. “A gente reconhece que a questão das garantias é um gargalo e estamos tentando reformular para destravar o credito. Até já vimos algum incremento do crédito na ponta. Em operações indiretas, para o setor de software, de janeiro a abril de 2020, houve um volume de 80% frente a todo o período de 2019. Entre março e abril, o aumento foi de 240%”, apontou o gerente de planejamento do BNDES. Mas se os percentuais parecem significativos, na prática, os valores são baixos. Mesmo com todo o crescimento, os financiamentos para software foram de R$ 26 milhões, uma gota nos R$ 2 bilhões que o banco emprestou no mesmo período.


Governo recria Conselho Nacional do Consumidor e inclui Anatel

Decreto cria órgão com 15 integrantes, sendo quatro das agências de telecomunicações, aviação civil, energia e petróleo. 

Covid-19 acelerou digitalização de 200 serviços públicos

Segundo a Secretaria de Governo Digital, em 18 meses já são 800 serviços acessíveis totalmente de forma digital. 

Petrobras adota satélite de baixa órbita para reduzir tempo de transmissão de dados

Estatal contratou satélites de órbita média terrestre para reduzir em 75% a transmissão de dados. Tecnologia vai ser usada em outras oito plataformas da Petrobras, instaladas nos campos de Búzios, Lula, Berbigão e Atapu.

Apenas 15% das PMEs conseguiram crédito durante pandemia de Covid-19

Pesquisa do SEBRAE, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, mostra que apenas 1 milhão das pequenas e médias empresas conseguiram recursos bancários por falta de garantia e/ou nome negativado. Venda por aplicativos e pela Internet foi a saída para evitar o fechamento dos negócios.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G