Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/05/2020 ... Convergência Digital

Ao impedir a conclusão dos testes em campo sobre interferência nas antenas parabólicas, a pandemia de Covid-19 vai implicar na necessidade de adiamento do leilão do 5G. Como indicou o presidente da Anatel, Leonardo de Morais, ainda há esforço para manter o cronograma, que prevê a licitação neste 2020, mas o impacto da crise sanitária complica os planos. 

“Evidentemente que vamos fazer todo esforço para realizar o leilão. Nossa meta era realizar até o final deste ano e se a pandemia terminasse hoje ainda teríamos condição de assim fazê-lo. Mas não vou especular com data neste momento”, afirmou Morais, que nesta sexta, 8/5, falou sobre 5G em evento online promovido pelo portal Tele.Síntese. “É preciso avaliar como a crise, cujo alcance dos efeitos ainda não são plenamente conhecidos, vai afetar não apenas o cronograma, mas as próprias condições do edital”, emendou. 

O impacto já sensível, como explicou o presidente da Anatel, foi a necessidade de suspender os testes de campo sobre a interferência do uso da faixa de 3,5 GHz para o 5G sobre as antenas parabólicas. Especialmente porque, até aqui, os resultados indicam que a solução de mitigação com filtros nas antenas, como defendem as operadoras de telecomunicações, não alcançaram os resultados esperados. 

“Os testes de campo precisaram ser suspensos. E temos hoje uma dificuldade em relação aos [filtros] LNBFs que até agora se apresentaram. Novos LNBFs chegarão no final de maio, mas embora os fornecedores já saibam o que é necessário, não sabemos se a indústria entregará aquilo que é efetivamente necessário para garantir a convivência via solução de mitigação. Até o momento, não estamos convencidos que as soluções disponíveis estão aptas a garantir a convivência”, afirmou Morais. 

Por isso mesmo, a Anatel se debruça sobre a outra alternativa, que no fundo é preferida pela radiodifusão: a migração da banda C (em 3,7 GHz) para a banda Ku (acima de 10 GHz). “Não descartamos a solução via banda Ku. Ao contrário. Enquanto a solução de mitigação não se apresenta com a segurança esperada, a área técnica da agência foi orientada a aprofundar o desenho da solução via migração, para banda Ku ou dentro da própria banda C, ao invés da mitigação”, disse o presidente da Anatel. 

Essa decisão, crucial para a própria precificação do edital, exige a conclusão dos testes, que por sua vez dependem da evolução da pandemia de Covid-19. “Temos compromissos em realizar os testes de campo para essa mitigação. Mas a própria pandemia colocou óbices para a finalização dos testes, que demandariam talvez mais um mês. Precisamos que os deslocamentos fiquem menos restritos para voltar à campo. Fizemos simulações computacionais, mas não vamos abdicar dos testes de campo”, ressaltou Morais. 


Internet Móvel 3G 4G
TIM ativa piloto de banda larga fixa com 5G DSS

Primeiros 300 clientes iniciaram testes da tecnologia em Bento Gonçalves (RS), Três Lagoas (MS) e Itajubá (MG). Operadora está entregando os equipamentos em comodato para os testes.

Anatel flexibiliza regras para as MVNOs

Em especial, agência passa a permitir que operadoras virtuais possam fazer contratos com mais de uma prestadora na mesma área de registro. 

Carlos Baigorri toma posse no Conselho Diretor da Anatel

Em cerimônia no Ministério das Comunicações, o novo conselheiro afirmou que "a Anatel tem diversos desafios para o ano que vem, como o leilão de 5G, e temos que garantir que a conectividade chegar a todos rincões do País, com qualidade e a preços acessíveis à população para que todos os brasileiros possam exercer a sua cidadania”.

Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

Para OCDE, tributação é gargalo de telecom no Brasil

“Um ponto fraco significativo é o alto nível dos tributos e das taxas aplicados ao setor de comunicações”, aponta a entidade em relatório sobre o setor. Infraestrutura passiva e renovação sucessiva de espectro merecem atenção. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G