Home - Convergência Digital

STF suspende Lei de SC que proíbe SVA nos planos de telecom

Convergência Digital* - 08/05/2020

Por maioria, o plenário do Supremo Tribunal Federal declarou inconstitucional a lei 17.691/19, de Santa Catarina, que proíbe a oferta e a comercialização de serviços de valor adicionado, digitais, complementares, suplementares ou qualquer outro de forma onerosa ao consumidor, quando agregados a planos de serviços de telecomunicações.

A lei proíbe a oferta e a comercialização de serviços de valor adicionado (como conexão à internet de banda larga, hospedagem de e-mail, armazenamento em nuvem e streaming), digitais, complementares, suplementares ou qualquer outro, independentemente de sua denominação, de forma onerosa ao consumidor, quando agregados a planos de serviços de telecomunicações.

A norma considera ainda práticas abusivas e lesivas ao consumidor: a cobrança de serviços de valor adicionado, digitais, complementares, suplementares ou qualquer serviço em fatura de plano de serviço de telecomunicações, sem autorização prévia e expressa do consumidor, e a falta de atendimento à solicitação do consumidor para cancelar cobrança indevida e restituí-lo dos pagamentos indevidamente realizados.

O julgamento ocorreu por meio do meio virtual:

“O Tribunal, por maioria, converteu o julgamento da cautelar em definitivo de mérito e julgou procedente o pedido formulado na ação direta para declarar a inconstitucionalidade da Lei nº 17.691/2019 de Santa Catarina, nos termos do voto da Relatora, vencido o Ministro Marco Aurélio. O Ministro Edson Fachin acompanhou a Relatora com ressalvas. Não participou deste julgamento, por motivo de licença médica no início da sessão, o Ministro Celso de Mello.”

* Do portal Migalhas

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/07/2020
Telecom, TV paga, satélite e cinema derrubam Serviços para pior nível desde 2011

03/07/2020
Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

08/06/2020
Justiça mantém uso de celulares para monitoramento da Covid-19 em São Paulo

22/05/2020
TST adota aplicativos de mensagens para conciliar patrões e empregados

18/05/2020
MPF quer que STF autorize acesso a dados de celular sem ordem judicial

14/05/2020
LGPD faz falta para cuidar da privacidade no uso de dados na Covid-19

13/05/2020
TJSP revê decisão e autoriza monitoramento de celular para controle da Covid-19

12/05/2020
Na contramão dos Serviços, TI cresce 10,4% em março

11/05/2020
Dispara número de estados e municípios que usam dados celulares na Covid-19

08/05/2020
STF suspende Lei de SC que proíbe SVA nos planos de telecom

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site