SEGURANÇA

Ataque cibernético afeta serviços da elétrica Energisa

Convergência Digital* ... 05/05/2020 ... Convergência Digital

Um ataque cibernético afetou os serviços da életrica Energisa, que controla distribuidoras de eletricidade em 11 estados do País. A ação dos hackers aconteceu no dia 29 de abril e, até o momento, a empresa não conseguiu retomar o aplicativo e o site oficial. “A Energisa ressalta que comunicou o ataque cibernético às autoridades e está trabalhando com especialistas em segurança da informação na resolução do caso”, confirmou a empresa em nota oficial distribuída nesta terça-feira, 05/05.

Entre os serviços que estão fora do ar está o aplicativo para consumidores, o Energisa ON. “Por medidas de segurança alguns sistemas de atendimento ao cliente precisaram ser desligados, como o app Energisa ON e o site, que deverão ser restabelecidos em breve”, acrescentou a empresa, sem citar prazos.

A Energisa atende cerca de 7,8 milhões de consumidores por meio de 11 distribuidoras de energia quem atuam em Minas Gerais, Sergipe, Paraíba, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Acre e Rondônia.

A companhia, que apesar de ter ações em bolsa ainda é um grupo familiar, controlado pela família Botelho, de seus principais executivos, também possui investimentos em transmissão de energia e atua em serviços e comercialização de eletricidade.

*Com informações da Agência Reuters e G1


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Para Idec, ação comprova que Metrô de SP não garante segurança de reconhecimento facial

Segundo entidade, que move processo contra o Metrô, empresa falhou em não realizar estudo para implantar a tecnologia. 

Bancos querem prisão por até 18 anos para cibercriminosos

Instituições financeiras pedem a aprovação urgente do PL 2638, apresentado na Câmara, pelo deputado Marcelo Ramos, PR/AM, que impõe punição rigorosa às fraudes cibernéticas. "A impunidade é um incentivo", diz Adriano Volpini, do Itaú-Unibanco.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G