TELECOM

Covid-19 refez as projeções de Telecom em 2020

Convergência Digital ... 04/05/2020 ... Convergência Digital

A pandemia global de Covid-19 provocou ajustes nas projeções de TICs para o ano de 2020. É o que indica um novo relatório da consultoria Deloitte, divulgado pela União Internacional de Telecomunicações. Segundo a consultoria, é a primeira vez que projeções anuais precisam sofrer mudanças. 

“A combinação da pandemia de Covid-19, isolamentos, teletrabalho e estudo, interrupções em cadeias de suprimento e contrações econômicas afetaram toads as projeções do relatório de dezembro de 2019”, aponta a Deloitte, ao listar os “cinco tópicos mais relevantes para a UIT”. 

1) Queda nas vendas de smartphones: A projeção inicial era de crescimento de 5,8%, para US$ 484 bilhões, mas com um fraco primeiro trimestre e a perspectiva de colapso no segundo trimestre indicam que uma queda de 10% em 2020 se tornou provável; 

2) Esfriamento dos chips Edge Inteligência Artificial: As projeções eram de que um terço dos smartphones teria unidades de processamento neural em 2020, com cerca de 500 milhões de chips de um total de 750 milhões de processadores edge IA. A nova projeção reduz a quantidade em 100 milhões. E até 2024 a perspectiva é de que sejam confirmados 1,6 bilhões de chips.  

3) Redes privadas de 5G: Em que pese o impacto dos lançamentos de novas redes 5G, pilotos e testes de redes privadas de quinta geração estão mais acelerados. “Ajustamos a previsão de ‘mais de 100’ para ‘menos de 1 mil’ por conta dos dados do primeiro trimestre de 2020. 

4) Crescimento dos satélites de órbita baixa: Se antes a projeção era de mais de 700 satélites desse tipo ao longo de 2020, agora a consultoria indica que haverá mais de 1 mil até o fim do ano – mesmo com a falência da OneWeb. “Com centenas de milhões de pessoas trabalhando e estudando em casa, ampliação da cobertura rural e demanda por mais backhaul para atender o crescimento de tráfego, a demanda cresceu ainda mais.”

5) CDNs (Content Deliverys Network) crescem rapidamente: O streaming de vídeos vai bem na visão geral das redes de telecomunicações. Mas a demanda ainda mais acentuada deve implicar em crescimento superior aos 25% inicialmente projetados, para algo entre 30% e 40%. 


Com Lei, small cells avançam no Distrito Federal

"As pequenas antenas são essenciais para a melhor cobertura do 4G e depois para o 5G e tiveram dispensa de licitação. Podem ser colocadas em bancas, placas de sinalização, etc.", explica o diretor do SindiTelebrasil, Ricardo Dieckmann. Gargalos, agora, seguem sendo São Paulo e Belo Horizonte.

Teles quebram dados móveis em bairros e regiões para combate à Covid-19

Ferramenta é usada por 22 cidades e 17 estados: Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

Padtec reorganiza e se prepara para ir à Bolsa de Valores

IdeiasNet, ex-controladora, foi incorporada pela Padtec Holding. Ida à B3 é estratégia de médio prazo e servirá para a expansão internacional da companhia.

Londrina quer vender Sercomtel por R$ 130 milhões

Tentativa de privatização da operadora, que tem cerca de 400 mil acessos de telefonia e internet, foi remarcada para 18/8, na B3. Prefeitura admitiu o parcelamento na aquisição para atrair interessados nessa nova tentativa.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G