Home - Convergência Digital

Qualcomm: Covid-19 não impede o leilão do 5G ainda em 2020

Ana Paula Lobo - 30/04/2020

A Qualcomm não admite pensar que o leilão 5G será adiado para 2021. "Trabalhamos muito para que o leilão aconteça ainda em 2020. A pandemia de Covid-19 não pode ser usada. O 5G será vetor da recuperação econômica do País. O Brasil está atrasado", afirmou o vice-presidente de relações governamentais América Latina da Qualcomm, Francisco Giacomini, em encontro virtual com a imprensa nesta quinta-feira, 30/04.

A fabricante defende ainda que o leilão venha a ser 50% arrecadatório para o tesouro nacional e 50% voltado para reinvestimento em obrigações de cobertura e rede. "Queria ser mais otimista e poder aplicar para as teles o mesmo critério dado às operadoras regionais- 10% para o Tesouro e 90% para reinvestimento em rede e cobertura, mas sei que não será realidade. Então 50%/50% seria o ideal nesse momento", acrescenta Giacomini.

O executivo da Qualcomm diz ainda que a possível venda da Oi Móvel não deve interferir no cronograma do leilão 5G. Segundo ele, a Oi deverá apresentar interesse pelo bloco de 60 MHz não destinado às operadoras regionais. "Mesmo que se concentre na operação fixa, de fibra, a Oi não deve abrir mão de espectro. A questão é: ela terá condições de comprar? ninguém tem essa resposta. Ela vai querer comprar? ninguém sabe também. Então o bloco pode ser divido para outras operadoras, um bloco de 20 Mhz e outro de 40 MHz", reforça Giacomini.

A Qualcomm lembra que o 5G já foi implementado em todo o mundo, com operações comerciais já ativas nos Estados Unidos, Europa e China, onde as três principais teles já têm o serviço de 5G. A Coreia soma mais de cinco milhões de conexões 5G em apenas um ano. Projeção da fabricante é que, em 2023, o mundo tenha 1 bilhão de conexões 5G, uma vez que adesão ao novo serviço será duas vezes mais rápida do que aconteceu com o 4G.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/10/2020
Claro: 5G DSS não é marketing. É real e faz muito sentido no Brasil

26/10/2020
Americanet inicia testes de rede 5G em Pindamonhangaba (SP)

26/10/2020
Governo da Itália usa poder de veto e manda empresa cancelar acordo com Huawei

20/10/2020
EUA pressionam Brasil a banir Huawei em troca de financiamento para 5G

19/10/2020
NASA leva 4G e projeta 5G na Lua

15/10/2020
5G: Teles insistem em filtro nas parabólicas e rejeitam migração da TV

14/10/2020
Curso online gratuito da Huawei sobre 5G é agendado para 15 de outubro

14/10/2020
Sem antenas, Belo Horizonte pode ficar sem 5G

09/10/2020
TIM e TIP, liderado pelo Facebook, criam ambientes de testes OpenRAN na Inatel

08/10/2020
TIM: 5G do marketing chega logo, 5G de verdade, só depois do leilão

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site