Home - Convergência Digital

Serpro desenvolve QR Code que valida documento de veículo impresso em casa

Convergência Digital* - 08/04/2020

Os proprietários de veículos de 13 estados e do Distrito Federal já podem imprimir o certificado de registro e licenciamento de veículo em casas. A autenticidade da impressão é garantida por um QR Code que pode ser consultado pelos agentes de trânsito em uma eventual fiscalização. 

O CRLV 100% digital foi desenvolvido pelo Serpro para o Denatran e está disponível no Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além do DF.

O documento veicular pode ser impresso pelo site do Detran estadual, Portal de Serviços do Denatran ou aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT). Para emitir o documento eletrônico, é necessário que o proprietário esteja quite com as obrigações e débitos do veículo junto aos órgãos de trânsito.

De acordo com à Deliberação nº 180/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a data limite para que todos os Detrans do país disponibilizassem a opção de impressão do CRLV aos proprietários de veículos é 30 de junho de 2020. 

“Devido ao aumento da demanda por serviços digitais e a resposta que os estados precisam dar à situação causada pelo Covid-19, o Serpro antecipou a integração com os sistemas dos Detrans para que seja possível oferecer essa opção ao cidadão”, ressaltou o gestor da CDT no Serpro, Isidro Santos.

Com a determinação do Contran, agora, além da versão digital do CRLV disponível no aplicativo CDT, o proprietário do veículo pode imprimir o documento, em PDF e formato A4, a qualquer momento e quantas vezes for necessário, sem se preocupar com perda, roubo ou deterioração do CRLV. No entanto, é importante que o documento seja impresso com qualidade e que o QR Code esteja legível. Os condutores também poderão salvar o documento no celular, caso não tenham o aplicativo CDT.

Para fazer a validação do documento impresso, basta baixar o aplicativo VIO disponível lojas Google Play ou App Store no celular e fazer a leitura do QR code localizado ao lado do código Renavam do documento. Com isso, é possível verificar a autenticidade do documento de forma simples e segura, garantindo a fidelidade da impressão. O Vio é o mesmo aplicativo utilizado pelas autoridades de trânsito para checar a autenticidade do CRLV.

* Com informações do Serpro

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/08/2020
Tecnologia fica fora dos investimentos do Serpro e da Dataprev no 1º semestre

27/07/2020
Governo adota sistema do Serpro para vender imóveis 100% online

21/07/2020
Serpro amplia teste do sistema de transferência eletrônica de veículos

20/07/2020
Serpro vai contratar empresa para análise de 45 aplicativos móveis

17/07/2020
Chatbot feito pelo Serpro impulsiona transformação digital da Defensoria Pública

16/07/2020
Inteligência artificial faz Serpro unificar armazenamento de dados

02/07/2020
Governo segue com privatização de Serpro, Dataprev e Telebras para 2021

25/06/2020
Serpro/Abin: STF nega liminar, rejeita pedido da AGU e analisa compartilhamento de dados

19/06/2020
STF vai julgar acordo de compartilhamento de dados entre Serpro e ABIN

04/06/2020
Governo fica responsável pelos dados, mesmo com a venda do Serpro e Dataprev

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site