INTERNET

NIC.br: Internet está resiliente ao incremento do consumo no Brasil

Convergência Digital ... 03/04/2020 ... Convergência Digital

O Núcleo de Informação e Coordenaçao do Ponto BR, NIC.br, soltou nesta sexta, 3/4, um comunicado sobre o estado da internet no Brasil. Nele destaca que apesar das mudanças no consumo de internet com a pandemia do coronavírus, a rede brasileira tem o que comemorar.  Aponta o NIC.br que o primeiro ponto a ressaltar é a solidez da operação do domínio .br. Desde sua criação em 1989 e contando com larga redundância dentro e fora do país, sempre apresentou funcionamento íntegro, e assim deve continuar durante a pandemia.

Outro pilar fundamental é o sistema IX.br (www.ix.br), conjunto de pontos de troca de tráfego Internet – os PTTs – implementados em mais de 30 cidades do país. O IX.br representa a segunda maior estrutura desse tipo no mundo e, em 23 de março, atingiu o pico de 11 Terabits por segundo. O NIC.br reforça que o tráfego de Internet vai crescer sempre, mas o IX.br conta com bastante reserva, estando a menos da metade da capacidade hoje suportável.

De acordo com o NIC.br, os profissionais de campo do IX.br continuam indo aos datacenters e realizando as ampliações e manutenções necessárias para o funcionamento contínuo da estrutura. O orgão destaca o papel do IX.br em fazer a “intermediação” entre os provedores de acesso, os provedores de conteúdos e as redes de distribuição de conteúdo (CDN), trazendo os conteúdos para mais próximo dos que os buscam.

No comunicado, o órgão responsável pela governança da Internet brasileira aponta que o que se viu na segunda quinzena de março foi uma mudança no perfil de uso. Se há semanas o tráfego era menor durante o período comercial e atingia o pico perto das 21h (deve-se isso ao crescente uso de aplicativos de entretenimento domiciliar), com o início do isolamento notou-se uma distribuição mais uniforme durante todo o dia. O tráfego medido no IX.br (https://ix.br/agregado/) não dá motivos a preocupação.

Ainda conforme o NIC.br, o sistema gratuito de medições SIMET (www.simet.nic.br), que está bem espalhado pelo território nacional, também é um termômetro para a situação e, em seu conjunto, não indica sintomas de sobrecarga no atual uso da Internet.

"Não obstante o panorama desanuviado, no uso de quaisquer recursos limitados deve prevalecer o razoável. Temos bons indicadores neste começo de quarentena que, somados a um uso inteligente da Internet, permitirão a todos uma conectividade de qualidade, tanto para os usos já existentes, como para os que surgiram e se intensificaram com o período de isolamento: o teletrabalho, a tele-educação, a telemedicina.", reforça o NIC.br

O NIC.br, porém, adverte para o crescimento de ameaças à segurança na Internet, muitas vezes disfarçadas de sedutoras ofertas de aplicativos, informações e serviços, que na verdade mascaram programas maliciosos, fraudes, furtos de informação e outros.

"São outros tipos de "vírus” que não o coronavírus…! Material de ajuda para defesa contra tais ameaças é encontrável em www.internetsegura.br/coronavirus, e será constantemente atualizado. Com a colaboração de todos a resiliência será mantida. A Internet, que é ferramenta que nos une e nos aproxima mesmo com o isolamento, permitirá que nossos filhos continuem “indo” à escola mesmo de casa, que conversemos com os amigos e nos informemos, que trabalhemos sem perder o entretenimento e a diversão. Permitirá que a vida continue", termina o comunicado do NIC.br.


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Convenções partidárias para Eleições 2020 podem ser feitas por videoconferência

TSE decidiu que os partidos têm autonomia para utilizarem as ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para suas convenções.

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 

Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Trabalho de filtragem de conteúdo é  feito por algoritmos de inteligência artificial que identificam conteúdos abusivos com expressões de discurso de ódio, nudez adulta e atividades sexuais, violência e conteúdo explícito, bullying e assédio.

MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Em nota técnica, Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende ato de denunciar ou expor pessoas que promovem festas, reuniões ou outras atividades temporariamente proibidas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G