TELECOM

Claro defende troca de streaming por TV e aumenta prazo para inadimplentes

Convergência Digital ... 02/04/2020 ... Convergência Digital

Em carta compromisso encaminhada nesta quinta, 2/4, à Anatel, a Claro alinhou medidas relacionadas à oferta de serviços e relacionamento com os clientes durante a pandemia do coronavírus. A empresa afirma que os serviços seguirão funcionando; os serviços de saúde e de segurança pública terão apoio especial; as dificuldades do consumidor serão endereçadas; e a população será bem informada. 

Entre as medidas, a empresa sugere consumo consciente das redes, e em particular defende que os usuários troquem os vídeos por streaming pela televisão. Também apontou que vai procurar provedores de conteúdo para redução da resolução dos vídeos para redução da banda consumida – ação já anunciada por várias delas como Netflix, YouTube, Facebook e Instagram.

Além disso, a operadora promete tratamento mais flexível aos consumidores que não conseguirem se manter em dia com as faturas. Segundo a empresa, já existem procedimentos de suspensão parcial dos serviços, como a redução da velocidade das conexões, mas também promete manter os canais obrigatórios na TV paga e outros canais que concordem com a disponibilização gratuita. 

Também anunciou que vai permitir que clientes que acionem a Claro e que firmem pagamento após o vencimento, tenham até 10 dias adicionais para regularização do serviço, sem qualquer bloqueio no período.

Em casos de acúmulo de dívida e renegociação, permitirá o parcelamento e estenderá o prazo de pagamento da primeira parcela do acordo em até 10 dias da data do acordo (pessoa física) e até 20 dias para pequenas empresas, inclusive com readequação de planos. Para pequenas empresas sofrendo grande impacto da pandemia, a Claro adotará ações negociais caso a caso.

Adicionalmente, a operadora alinhou medidas para estimular o uso de canais digitais de atendimento, como o app Minha Claro, além de comunicação pelo Whatsapp, pelo número (11) 99991-062. 


Internet Móvel 3G 4G
Caixa Tem amplia compras pelo celular e alcança 2,1 milhões de transações digitais

A partir desta sexta-feira, 29/05, os beneficiários do auxílio emergencial vão poder pagar compras em cerca de 3 milhões de estabelecimentos comerciais do País com o celular. Inicialmente o serviço está disponível nas maquininhas da bandeira Elo.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel discute quais dados econômicos vão ser coletados das grandes operadoras

Consulta pública sobre os indicadores econômico-financeiros está aberta por 45 dias. 

Anatel afasta redutor de multas em sanções de obrigação de fazer

Provocada pela Telefônica, prevaleceu o entendimento indicado pela AGU de que o regulamento vigente da agência não permite o uso desse incentivo fora das sanções pecuniárias.

Anatel vai discutir uso dos espectros ociosos em consulta pública

Proposta de uso do White Spaces entre frequências outorgadas é cautelosa ao prever uso em áreas rurais e regiões remotas.  Ideia é permtir o uso secundário para telefonia e banda larga em áreas rurais e regiões remotas.

Por mudança no plano de recuperação judicial, Oi adia divulgação de resultados

Operadora deveria divulgar os resultados do primeiro semestre nesta quinta-feira, 28/05, mas adiou para 15 de junho. Mas para conter especulações, Oi disse à CVM que possui R$ 6,31 bilhões no caixa.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G