Home - Convergência Digital

App Vio, do Serpro, de autenticação por celular, avança para América Latina

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 02/04/2020

Permitir que cidadãos e empresas verifiquem, de forma prática, ágil e segura, a autenticidade de um documento pelo celular, contra fraldes e falsificações, é possível com o uso da tecnologia Vio, que acaba de ganhar versões em inglês e espanhol do aplicativo. A solução desenvolvida pelo Serpro garante a validação e veracidade dos dados, com segurança, integridade e confiabilidade, podendo ser utilizada também pelos países do Mercosul.

As novas versões em idioma estrangeiro do App Vio já estão disponíveis nas lojas App Store e Google Play. Para que seja visualizado nos novos idiomas, é necessário alterar as configurações de idioma do dispositivo móvel do usuário. De acordo com o gestor do Vio, Lary César Galeno, “a disponibilização da versão multi-idioma é um ganho potencial para o produto. A partir do momento em que o Vio é internacionalizado, abrimos portas para negociações com outros mercados, tendo em vista a aceitação de documentos brasileiros na versão digital por outros países”.

“A iniciativa faz parte do projeto de internacionalização dos produtos do Serpro, no qual o Vio, como parte integrante deste rol, vai possibilitar aumentar o alcance da solução no mercado internacional. O Denatran cogita alinhar com os órgãos competentes dos países do Mercosul, via Ministério das Relações Exteriores, a possibilidade dos agentes de trânsito desses países poderem validar os documentos digitais do Brasil e as informações da nova Placa de Identificação Veicular utilizando o Vio”, revela Lary César, conforme informações repassadas pelo gerente do departamento responsável pelo atendimento ao consumidor.

O Vio é um sistema de certificação de autenticidade de documentos de identificação, que usa a tecnologia de compactação e criptografia de dados para permitir que as informações em um documento sejam inseridas em um código QR.  Diferentemente de um código QR normal, limitado a manter informações específicas e de texto, o QR Code Vio permite inserir texto e imagens criptografados para leitura offline.

“O QR Code Vio replica os dados contidos no documento utilizando encriptação forte para garantir a autenticidade dos dados. Além disso, QR Codes Vio são encriptados na fonte a partir de informações fornecidas pela própria entidade emissora do documento, garantindo o não-repúdio”, explica Lary Galeno. Em 2020, já foram gerados cerca de 12 milhões de QR Codes. Desses, 11 milhões foram para produtos Denatran e 1 milhão para demais produtos. Conheça os órgãos e as solução que já utilizam a tecnologia Vio.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

03/06/2020
Serpro procura imóvel para nova sede em Brasília e espera cortar custo em 30%

02/06/2020
Serpro quer usar a nuvem para vender no exterior e valorizar privatização

01/06/2020
Serpro promove Hackathon para minimizar impacto da Covid-19

29/05/2020
Serpro e Economia criam ‘Mapa de Empresas’, com Big Data das Juntas Comerciais

15/05/2020
Receita e Serpro lançam CPF digital com chatbot para atender ao cliente

13/05/2020
Serpro vai comprar identificação biométrica de face, voz e digitais

11/05/2020
Serpro abre licitação para atualizar datacenter à certificação Tier 3

11/05/2020
Serpro abre licitação para atualizar datacenter à certificação Tier 3

05/05/2020
Serpro alega falha de conexão com Comprasnet e adia pela terceira vez pregão de telefonia

23/04/2020
“Sem clima”, governo adia privatização de Serpro, Dataprev e Telebras

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site