NEGÓCIOS

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Convergência Digital* ... 27/03/2020 ... Convergência Digital

A FENAINFO - Federação Nacional das Empresas de Informática, que reúne mais de 121 mil empresas de TI, lançou nesta sexta-feira, 27/03, um manifesto onde se alinha ao posicionamento do presidente Jair Bolsonaro - contrário a todas as medidas de saúde do Brasil e do mundo - pela retomada gradual das atividades econômicas.

Segundo a Fenainfo, "diante da paralisação de muitos de seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar". Ainda segundo a entidade, "devem ser observadas e rigorosamente aplicadas as determinações emanadas do Ministério da Saúde, como forma de não colocar em risco a saúde e a vida dos brasileiros".

O Convergência Digital publica a íntegra do manifesto:

A FENAINFO - Federação Nacional das Empresas de Informática, vem a público expor o seguinte MANIFESTO:

O Decreto de Emergência  nº 10.282 incluiu as atividades de tecnologia de informação entre as atividades essenciais, classificadas pelo governo como "indispensáveis ao atendimento das necessidades" e que, se paralisadas, "colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população".
   
Os serviços de economia digital precisam funcionar para evitar um apagão.

Ocorre que, diante da paralisação de muitos de seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar.

Certamente, precisamos defender a vida humana - ela é o bem maior - mas muitas medidas de isolamento social adotadas pelas autoridades, necessárias, porém drásticas, impactam tanto a população quanto a economia.

Como entidade representante de mais de 121.000 empresas de pequeno, médio e grande porte do setor de tecnologia de informação, a FENAINFO considera ser nossa obrigação sugerir o enfrentamento responsável dos graves problemas sociais e econômicos gerados pelo novo coronavírus.

A imposição de lockdown indefinido poderá paralisar a economia, trazendo uma GRAVE depressão econômica e uma crise social muito mais profunda.

Defendemos a retomada gradual da economia, pois o isolamento geral poderá gerar o empobrecimento da população, a aguda deterioração dos recursos públicos e a inevitável escassez de insumos.

Com o emprego de medidas prudentes, responsáveis e alinhadas entre os todos os poderes e esferas será possível elaborar um plano estratégico para a retomada das atividades econômicas o mais breve possível.

Evidentemente devem ser observadas e rigorosamente aplicadas as determinações emanadas do Ministério da Saúde, como forma de não colocar em risco a saúde e a vida dos brasileiros - o nosso maior e mais precioso bem.

A FENAINFO ESTÁ E ESTARÁ SEMPRE A FAVOR DO BRASIL.


Cloud Computing
Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

“A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços”, afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco.  Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Unicórnio brasileiro avança operações de pagamento para décimo país

Ebanx anunciou que também vai processar pagamentos no Uruguai. "Unicórnio" com mais de US$ 1 bi, empresa está também no México, Colômbia, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Equador e Uruguai, além do Brasil.

Finplace amplia em mais de 200% a oferta de crédito para PMEs

Criada no final do ano passado, a plataforma já movimentou mais de R$ 50 milhões e contabiliza 108 financiadores e uma carteira com mais de 500 clientes.

Se a bitcoin fracassar, o blockchain morre abraçado

FastBlock, empresa brasileira especializada em mineração por serviço, compra data center nos EUA para acelerar a mineração das criptomoedas. Ao Convergência Digital, o CEO Bernardo Schucman, adverte: Brasil não abre espaço à inovação. Sobre a credibilidade da bitcoin, o executivo diz que o estigma é concorrencial. "O velho mundo rejeita o novo. Golpes existem desde sempre. O que é a gangue do boleto?".

No Brasil, 65% das empresas estão bem longe das regras da LGPD

Índice LGPD ABES mostra ainda que 40% das companhias brasileiras sofreram incidentes de violação nos últimos dois anos e 80% assumem que fazem, sim, coleta de dados sigilosos. "Não há mais tempo a perder", adverte o consultor da EY, Marcos Sêmola.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G