Oi fecha projeto-piloto com MOB Telecom e avança no mercado de atacado

Convergência Digital* ... 25/03/2020 ... Convergência Digital

A Oi avança na sua estratégia de se tornar uma fornecedora de infraestrutura de atacado. Em comunicado, a operadora informa que fechou um memorando de entendimento (MoU, na sigla em inglês) para operação conjunta nas expansões dos projetos de internet via fibra com a MOB Telecom. O objetivo da Oi é garantir um mix de receitas no segmento não-regulado em áreas como conexões IP, "Fiber to the City", "Fiber to the ISP" e "Fiber to the Tower", que devem ter crescimento expressivo com a expansão da banda larga de alta velocidade em fibra e do 4,5G e 5G.

Além do projeto-piloto com a MOB Telecom, a partir do segundo semestre a Oi pretende levar esse modelo de parceria para outros pequenos e médios provedores em todas as regiões do país, com o desenvolvimento também de um modelo de franquias. No projeto-piloto, o modelo comercial prevê em um primeiro momento que a Oi forneça o backbone e a transmissão, garantindo todos os benefícios de resiliência, caching de conteúdo e melhor latência da sua rede.

Já a MOB Telecom fica responsável por todas as etapas dos serviços aos clientes, como atendimento, oferta de produtos, canais de venda, faturamento e cobrança, além da instalação da última milha de fibra até a residência. Em uma segunda etapa, a Oi prevê uma evolução para o modelo mais tradicional de franquia, no qual além de ter acesso ao uso da rede e transmissão da Oi, o parceiro terá direito ao uso da marca e portfolio padronizado da Oi, que também será responsável pelas áreas de atendimento, faturamento e cobrança.

Para a Oi, o segmento de Atacado é uma das prioridades do plano estratégico de transformação da companhia, já que sua infraestrutura de mais de 370 mil quilômetros de rede de fibra ótica garante a maior capilaridade nacionalmente entre as operadoras no mercado brasileiro. O centro da estratégia da Oi é a aceleração dos projetos de fibra ótica que possibilitam não só a expansão dos produtos oferecidos ao segmento Residencial, mas garantem também sustentação para as iniciativas da companhia no mercado B2B e no Atacado.

"A infraestrutura de rede de fibra ótica da Oi garante à companhia enorme capilaridade e capacidade de atender o mercado com abrangência e resiliência inigualáveis. Essa infraestrutura, não replicável, constitui um diferencial estratégico que possibilita à Oi uma qualidade superior no atendimento a empresas prestadoras de serviços de telecomunicações, provedores de internet e empresas de infraestrutura envolvidas na cadeia de prestação desses serviços, e pretendemos intensificar a captura de oportunidades proporcionadas por essa vantagem competitiva", explica o CEO da Oi, Rodrigo Abreu.

A Mob Telecom está presente em 15 estados do país, com atuação forte nos segmentos B2B, Wholesale e de banda larga em pequenas e grandes cidades, sendo o parceiro ideal para o projeto-piloto da Oi. Com uma organização administrativa de alto padrão e estrutura técnica de ponta, a MOB tem grande sinergia com a Oi, ja que suas redes são complementares, garantindo robustez aos backbones das duas companhias no norte e no nordeste. Além disso, a  Mob Telecom e Oi já têm um modelo de parceria de sucesso no segmento de B2B desde 2018, com o projeto de conectividade do Banco do Nordeste, entregue em 2019.  

 


Internet Móvel 3G 4G
Edital do 5G vai ao mercado com ou sem venda da Oi Móvel

"Não vou submeter um processo de política pública, como é o edital 5G, a uma fusão e aquisição", afirmou o presidente da Anatel, Leonardo de Morais.

Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

Uso do Espectro, Defesa dos Usuários, Prestadoras de Pequeno Porte, Aferição da Qualidade, Ofertas de Atacado, Acompanhamento de Redes são alguns dos grupos reestabelecidos pela agência. 

Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

Queixas na Anatel cresceram especialmente a partir de março. No conjunto dos serviços, agência recebeu 1,52 milhão de reclamações entre janeiro e junho. Também houve um aumento de 20% com relação à telefonia móvel.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G