Clicky

SEGURANÇA

Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, do Rio de Janeiro ... 24/03/2020 ... Convergência Digital

O comportamento mais seguro na Internet passa pela adoção de uma série de mudanças e de ações distintas para os diferentes públicos na segurança da informação, observa Edilson Lima, gerente do Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS), da Rede Nacional de Pesquisa.

Segundo ele, que esteve à frente do grupo que organizou a 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), realizada no dia 13 de março, no Rio de Janeiro, as ações da RNP passam por falar para os gestores - que são que ordenam e traçam as diretrizes de segurança; ao grupo técnico, que coloca as diretrizes na prática, e ao usuário final.

"A consciência é a maior vacina que temos contra os riscos cibernéticos. É preciso que o usuário entenda, cumpra e aceite a política de segurança da informação determinada pela empresa. Mas é fato também que os riscos cibernéticos mexem com o indivíduo nos seus equipamentos pessoais. Por isso a consciência é tão necessária", orienta Edilson Lima.


Banco é condenado a indenizar cliente vítima de golpe do WhatsApp

Decisão foi do juiz Guilherme Ferreira da Cruz, da 45ª Vara Cível Central de São Paulo e abre precedente para outras ações.

Vazamento de dados: Procon/SP diz que Serasa segue com respostas insuficientes

Ao complementar as informações solicitadas pela entidade de Defesa do Consumidor, a Serasa apresentou um paraecer técnico de empresa especializada de que os sistemas da empresa são seguros. Mas o Procon/SP diz que as respostas foram incompletas e pouco esclarecedoras.

Vazamento de dados: Sigilo prepara ação contra as teles e diz que disputa com Serasa não acabou

Instituto vai recorrer da decisão que desobrigou a Serasa a comunicar vazamentos."Não queremos demonizar ninguém, mas vazamentos geram desconfiança", diz o presidente, Victor Gonçalves.

DPO corre risco de ser punido por megavazamentos com base no Código do Consumidor

Ao participar de evento da associação nacional de encarregados de dados, ANPPD, a advogada Patricia Peck advertiu que a ANPD não tem a exclusividade para aplicar sanções. “o Código do Consumidor traz como crime não informar sobre dados tratados ou correções”.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G