Home - Convergência Digital

Android 11 tem API de conectividade 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/03/2020

A partir desta quarta-feira, 18/03, o Google liberou a segunda prévia do Android 11 para desenvolvedores e, assim, dar mais acesso às APIs necessárias para os próximos recursos da nova versão do sistema operacional, incluindo APIs adicionais para conectividade, dispositivos dobráveis e privacidade. Entre as novidades da nova versão estão:

Novos recursos de privacidade: O novo Android 11 contará com a limitação da capacidade dos aplicativos de consultar a lista de outros aplicativos instalados no aparelho. Além disso, o sistema também trará novos tipos de serviços de primeiro plano para a câmera e microfone. A principal mudança está em uma maior proteção de dados de aplicativos e usuários em armazenamento externo, com melhor gerenciamento de arquivos em cache, sendo assim, os dados utilizados para determinadas ações de um aplicativo não poderão ser mais armazenados.

Compatibilidade de aplicativos: Para ajudar os desenvolvedores nos testes, foram realizadas diversas mudanças de ruptura alternáveis para facilitar os testes de compatibilidade e tornar possível forçar a ativação ou a desativação dessas alterações.

Melhorias na filtragem de chamadas: Com essas novas APIs, será possível, além de checar o status dos protocolos de combate à falsificação de identificação de chamadas, relatar motivos de rejeição de chamadas e, com a devida permissão, verificar se uma ligação é para ou de um dos números nos contatos do usuário. Essas APIs ajudarão, principalmente, nos testes de aplicativos que realizam verificações de segurança através de ligações.

Transições sincronizadas do IMEI: Um novo conjunto de APIs permitirão que os desenvolvedores sincronizem o conteúdo dos aplicativos com o IMEI e com os canais de comunicação dentro do sistema, enquanto animam dentro e fora da tela, facilitando a criação de transições IMEI naturais e intuitivas.

API de conectividade 5G:  Essa novidade possibilitará que os desenvolvedores verifiquem rapidamente se o usuário está conectado a uma rede 5G, podendo, dessa forma, customizar a experiência do usuário de 5G em seu aplicativo ou marca, oferecendo gráficos avançados e uma comunicação instantânea.

Sensor de perspectiva para smartphones dobráveis: O Android 11 passará a contar com um sensor que permite obter o ângulo das superfícies dos dispositivos dobráveis para criar experiências adaptáveis para esses devices

Suporte de câmera no emulador: Com esse suporte, será possível criar e testar os  aplicativos com quaisquer recursos de câmera adicionados no Android 11.

"Para os desenvolvedores de aplicativos, as prévias do Android 11 são importantes porque este é o momento em que eles poderão testar seus apps para a nova versão do sistema operacional. Para o Google, o feedback dos desenvolvedores é valioso, porque nos ajuda a melhorar o sistema até o lançamento da versão final", diz Neto Marin, Senior Developer Advocate de Android para o Google.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/03/2020
Android 11 tem API de conectividade 5G

30/07/2019
Malware Agent Smith já infectou mais de 75 mil dispositivos no Brasil

10/07/2019
Malware sofisticado avança sobre usuários de bancos brasileiros

13/08/2018
Brasil é o alvo para ataques de phishing móveis na AL

16/05/2018
Ataques de ransomware crescem 116% em smartphones Android

06/09/2017
Ransomware para Android cresce 181% em seis meses

21/08/2017
Google lança sistema Android 8.0 com proteção para apps inseguros

17/04/2017
Google vai abrir Android a outros buscadores na Rússia

03/04/2017
Android supera o Windows e vira sistema operacional mais usado no mundo

15/03/2017
Google lança curso para brasileiro de certificação em Android

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site