Home - Convergência Digital

China concentra 70% das conexões 5G do planeta

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 17/03/2020

Um novo relatório da GSMA destaca a liderança da China no 5G. Segundo a entidade, o país detém 70% das conexões mundiais na nova tecnologia, já tendo instalado 160 mil estações radio-base em 50 cidades. 

Segundo as projeções da GSMA, embora o 4G seja ainda claramente dominante, com mais de 80% dos acessos, a expetativa é de que até 2025 o 5G represente metade das conexões no país. 

Para tanto, as projeções são de que as operadoras vão investir US$ 180 bilhões – cerca de R$ 900 bilhões – ao longo dos próximos cinco anos, sendo que 90% desse valor será destinado às novas redes de quinta geração. 

O relatório também aponta que no país já foram lançados vários modelos de smartphones compatíveis com 5G, especialmente fabricados pelas OEMs [fabricante original de equipamentos] locais. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

08/05/2020
Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

08/05/2020
Interferência nas parabólicas pode reduzir espectro para 5G

06/05/2020
Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

30/04/2020
Qualcomm: Covid-19 não impede o leilão do 5G ainda em 2020

23/04/2020
CPQD sugere laboratório nacional de 5G sob gestão da GSI e da Anatel

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site