Clicky

SEGURANÇA

GSI: Educar o cidadão é o pilar da estratégia de segurança cibernética

Ana Paula Lobo e Pedro Csota ... 13/03/2020 ... Convergência Digital

O novo lema do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) e do Centro de Tratamento de Incidentes de Rede do Governo Federal é o de comunicar para educar e uma das ações para mostrar a mudança foi trocar o logo de um cadeado para uma chave.

"O cadeado é sempre fechado. A chave nos permite abrir quando mostramos transparência das ações e nos permite fechar quando se trata de proteger os dados do cidadão", explica Ulisses Peixoto, que participou nesta sexta-feira, 13/03, da 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática- DISI, realizada pelo Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS), da RNP - Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, na Fábrica das Startups, no Rio de Janeiro.

Educar tem de ser prioridade na massificação das ações de proteção das redes e do acesso à Internet, insiste Peixoto, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital. Segundo o assessor do GSI, segurança cibernética é um tema recente e precisa estar à mesa de todos os debates. "Os ataques cibernéticos existem e vão evoluir. Nossas ações têm de ser mais proativas. Não podemos atuar como bombeiros. A prevenção é obrigatória", reforça. Assistam a entrevista com o assessor do GSI e do CTIR Gov, Ulisses Peixoto.


Banco é condenado a indenizar cliente vítima de golpe do WhatsApp

Decisão foi do juiz Guilherme Ferreira da Cruz, da 45ª Vara Cível Central de São Paulo e abre precedente para outras ações.

Vazamento de dados: Procon/SP diz que Serasa segue com respostas insuficientes

Ao complementar as informações solicitadas pela entidade de Defesa do Consumidor, a Serasa apresentou um paraecer técnico de empresa especializada de que os sistemas da empresa são seguros. Mas o Procon/SP diz que as respostas foram incompletas e pouco esclarecedoras.

Vazamento de dados: Sigilo prepara ação contra as teles e diz que disputa com Serasa não acabou

Instituto vai recorrer da decisão que desobrigou a Serasa a comunicar vazamentos."Não queremos demonizar ninguém, mas vazamentos geram desconfiança", diz o presidente, Victor Gonçalves.

DPO corre risco de ser punido por megavazamentos com base no Código do Consumidor

Ao participar de evento da associação nacional de encarregados de dados, ANPPD, a advogada Patricia Peck advertiu que a ANPD não tem a exclusividade para aplicar sanções. “o Código do Consumidor traz como crime não informar sobre dados tratados ou correções”.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G