Convergência Digital - Home

Google Cloud e Porto Digital abrem capacitação em computação em nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital* - 12/03/2020

Com o objetivo de ampliar o número de profissionais qualificados para atender o mercado de tecnologia da informação (TI), além de promover o acesso ao emprego, o Google Cloud e o Porto Digital, parque tecnológico localizado em Recife (PE), vão capacitar 50 pessoas de minorias sociais (população de baixa renda, população negra, mulheres e LGBTQIA+) em fundamentos básicos de computação em nuvem. O treinamento terá duração de cinco dias em período integral, a partir de 16 de março.

O projeto contribui para endereçar duas questões importantes relacionadas ao emprego. A primeira delas é a dificuldade das empresas em contratar profissionais qualificados para posições na área de TI e, especialmente, para projetos de computação em nuvem, segmentos em franco crescimento no Brasil. De acordo com a consultoria IDC, o mercado de TI deve crescer 10% no país em 2020. Já o mercado de nuvem pública deve registrar crescimento de 46,7% entre 2019 e 2023.

A segunda questão é o alto índice de desemprego no Brasil que, no quarto trimestre de 2019, ficou em 11%, atingindo 11,6 milhões de pessoas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A cidade de Recife registrou o maior índice entre as 27 capitais brasileiras, com 17,4% da população economicamente ativa em situação de desemprego, conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) realizada em julho pelo 2019 pelo IBGE.

"O Google Cloud acredita no Brasil e no potencial de crescimento do mercado de nuvem", diz Eduardo López, presidente de Google Cloud para a América Latina. "Este treinamento faz parte das ações do Programa de Formação e Capacitação do Porto Digital para atender a uma necessidade atual e futura: a qualificação do capital humano para trabalhar nas empresas de TI", afirma o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena.

Por que a nuvem?

A computação em nuvem permite que empresas e instituições possam armazenar, processar e analisar seus dados sem manter uma infraestrutura local. Além disso, utilizando esse recurso, as companhias podem implementar de maneira mais fácil soluções de Inteligência Artificial e automatização de processos, com maior agilidade e segurança.

No treinamento oferecido pelo Google Cloud em parceria com o Porto Digital, os alunos aprenderão conceitos básicos sobre infraestrutura e soluções de armazenamento de dados em nuvem, além de uma visão geral de inteligência artificial e machine learning. Após as aulas, os 50 escolhidos estarão aptos para oportunidades na posição de "Analista de Nuvem Jr." ou para estágios na área de TI.

A seleção dos candidatos, conforme os critérios estabelecidos de priorização de grupos minoritários, foi feita pelo Porto Digital. Para fazer o curso, os candidatos também precisam ter noções básicas de informática, sistema operacional Linux e inglês. O conteúdo técnico do curso será ministrado por especialistas do Google Cloud.


ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Destaques
Destaques

Empresas ambicionam mais Inteligência Artificial, mas sofrem com falta de talento

Um apesquisa global da Bain mostra que três em cada empresas, instigadas pela covid-19 e a aceleração da digitalização, se preparam para investir mais em inteligência artificial e machine learning. Mas assumem que as dificuldades não são poucas.

Eneva investe R$ 3 milhões para unir gás à energia com a IA ALINE

Software, que utiliza algoritmos de machine learning, foi desenvolvido em parceria com o Instituto Tecgraf da PUC/Rio e está sendo testado no Maranhão. Próxima etapa é um projeto de pesquisa com foco na integração da produção do gás onshore com a geração de energia, o que significa usar IA em um projeto 100% conectado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O que é o balanceamento de carga de alta disponibilidade?

Por Ivan Marzariolli *

A alta disponibilidade começa com a identificação e eliminação de pontos únicos de falha em sua infraestrutura que podem desencadear uma interrupção do serviço - por exemplo, implantando componentes redundantes para fornecer tolerância a falhas no caso de um dos dispositivos estiver com problemas.

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site