Clicky

Convergência Digital - Home

Provas de conceito com data centers impulsiona centro de soluções da Dell

Convergência Digital
Por Roberta Prescott* - 05/03/2020

"A Dell mostra compromisso e confiança no mercado brasileiro. Continuamos investindo no País", destacou Luis Gonçalves, presidente da Dell Technologies Brasil, ao abrir a coletiva de imprensa que marcou a reinauguração do centro de soluções da fabricante no Brasil. Localizado no escritório da rua Verbo Divino, na Zona Sul de São Paulo, o novo customer solution center (CSC) substituirá o centro inaugurado em 2014.

No mundo, a Dell tem 19 centros de soluções. O do Brasil é o segundo centro mais utilizado pelos clientes da companhia nas Américas e o quarto no mundo, com cerca de 3 mil engajamentos com empresas e parceiros realizados desde a inauguração e uma média de cem provas de conceito ao ano. 

Sem abrir o montante investido no CSC, Gonçalves afirmou que a mudança de endereço demonstra a confiança que a Dell tem no mercado. O laboratório é usado pelos clientes entenderem melhor a implantação das tecnologias e fazerem testes. "Reduz os riscos e o tempo de implantação", apontou o presidente da companhia.

O novo Customer Solution Center (CSC) está conectado a outros 18 centros ao redor do mundo e fundiona em um espaço de 450 metros quadrados, no qual funciona um data center, que conta com solução de monitoramento desenvolvida em parceria com a VERTIV, que, segundo a Dell, garante o que há de mais avançado em proteção de dados e cibersegurança.

De acordo com Alexandre Goudard, arquiteto de soluções e líder do site na Dell, com novos equipamentos, o CSC aumentou o leque de soluções. Entre as soluções mais demandadas estão hiperconvergência, storage, proteção de dados, gerenciamento de datacenter e soluções para usuários finais. Goudard apontou que após a experimentação, a porcentagem de efetivação fica entre 90% e 92%.

A rede global é composta por 19 centros de soluções ao redor do mundo, localizados em 11 países: Estados Unidos (Chicago, Hopkinton, Nashville, Nova York, Round Rock, Santa Clara e Washington D.C.), México (Cidade do México), Irlanda (Limerick e Cork), França (Paris), Alemanha (Frankfurt), Polônia (Lódz), Emirados Árabes (Dubai), China (Beijing e Xangai), Japão (Tóquio), Austrália (Sidney) e Cingapura.


Destaques
Destaques

Multinuvem do Serpro vai concorrer com a do Ministério da Economia

Estruturada a parceria com AWS, Huawei e Azure, da Microsoft, estatal passa a disputar contratos com órgãos públicos, em briga direta com nuvem licitada e gerida pela Secretaria de Governo Digital.

Por que se tornar uma empresa data-driven?

Data-driven ou orientada a dados. É esse o novo lema das companhias que, cada vez mais, estão armazenando e analisando dados em busca de insights de negócios. Mas o que as empresas devem fazer para abraçarem os dados de forma a promover benefícios estruturais e longevos? A resposta não é simples.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site