Convergência Digital - Home

DocuSign compra Seal Software por Cloud, IA e transformação digital

Convergência Digital
Convergência Digital* - 28/02/2020

Como reflexo do papel cada vez mais importante que a inteligência artificial (IA) desempenhará na transformação digital do processo de gestão de contratos, a DocuSign anunciou a compra da Seal Software por 188 milhões de dólares (em dinheiro). A DocuSign já revende a principal aplicação de análise e machine learning da Seal como parte do DocuSign Agreement Cloud- seu conjunto de aplicações e integrações para automatizar todo o processo de contratos. A DocuSign também fez um investimento estratégico na Seal em março do ano passado.

Com a aquisição, a DocuSign  reporta no informa ao mercado, vai  integrar a tecnologia e a proposta de valor da Seal de forma mais abrangente em todo o Agreement Cloud - e, portanto, oferecer maior valor às empresas que procuram preparar, assinar, agir e gerenciar os acordos críticos em seus negócios.

Fundada em 2010, a Seal é reconhecida como pioneira na análise de contratos orientada por IA. Sua tecnologia permite pesquisar rapidamente grandes coleções de contratos por conceitos legais (e não apenas por palavras-chave); extrair e comparar automaticamente cláusulas e termos críticos lado a lado; identificar riscos e oportunidades de forma ágil e fornecer insights que ajudem a resolver desafios legais e de negócios.

"Como a companhia que detém o Agreement Cloud, a DocuSign está proporcionando a transformação digital da base de como se realizam os negócios: os acordos e processos que envolvem contratos", disse Scott Olrich, Chief Operating Officer da DocuSign . "Acreditamos que a IA desempenhará um papel vital nessa transformação. E ao integrar a Seal à DocuSign, podemos nos beneficiar de sua profunda experiência tecnológica e de sua ampla experiência na aplicação da IA aos contratos".

Após o fechamento do acordo de aquisição, a DocuSign continuará vendendo o aplicativo de análise da Seal como um aplicativo independente. A tecnologia também integrará e ajudará a alavancar a ferramenta DocuSign CLM, oferta de gerenciamento de ciclo de vida de contratos, lançada no final do ano passado. A iniciativa ajudará o DocuSign CLM a categorizar automaticamente cláusulas, extrair seus principais termos e usar essas informações para direcionar fluxos de trabalho, como por exemplo rotear automaticamente o conteúdo para revisores específicos, com base na análise de risco e nas políticas corporativas.

Além do CLM, a DocuSign espera que a tecnologia da Seal torne mais inteligente a base de AI do Agreement Cloud. Construído a partir da aquisição da Appuri, startup de machine learning adquirida pela DocuSign em 2017, essa fundação oferece suporte a recursos como tageamento automático do documento, já oferecida na plataforma da DocuSign.

De acordo com os termos do contrato, a DocuSign adquirirá a Seal por US$ 188 milhões de dólares em dinheiro (valor líquido das ações atualmente de propriedade da DocuSign), sujeito a ajustes habituais no preço de compra. A aquisição foi aprovada pelo conselho de administração da DocuSign e Seal e também pelos acionistas da Seal. Sujeita às condições habituais de fechamento, incluindo a expiração do período de espera nos termos da Hart-Scott-Rodino Antitrust Improvements Act, a aquisição deverá ser finalizada no primeiro semestre do atual ano fiscal da DocuSign.


Destaques
Destaques

Demanda por cientista de dados eleva salários para até R$ 12 mil

Segundo levantamento da plataforma de recrutamento trampos.co, média é de R$ 5,5 mil a R$ 8 mil, mas os salários são maiores em grandes empresas e multinacionais.

IDC: mercado de nuvem pública vai chegar a R$ 15 bilhões em 2020

Mercado de TI brasileiro vai crescer 5,8% impulsioando pelos negócios de clóud computing e pela aceleração do mercado de software. Nuvem privada tem a preferência das grandes empresas e fica com até 25% do orçamento destinado à TI.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como gerenciar o caos da estratégia multicloud

Por Ivan Marzariolli*

Os gestores precisam de uma solução para atenuar os riscos de uma arquitetura multicloud e desafios operacionais, o que pode inclusive melhorar o compliance, a precisão e as necessidades de DevOps e SecOps, reduzindo o estresse na equipe de TI.

Segurança em nuvem na era da LGPD

Por Raul Leite*

Quando falamos de proteção da nuvem, as organizações devem ter em mente uma série de estratégias. A começar pela escolha minuciosa do provedor de serviços, que precisa estar preparado para os novos compromissos de privacidade. Também é necessário certificar se o armazenamento dos dados é feito de modo criptografado quando necessário pelo nível de sigilo da categorização de um dado.



Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site