INOVAÇÃO

Tecnologias de reconhecimento facial são rejeitadas pelos consumidores

Convergência Digital ... 07/02/2020 ... Convergência Digital

Ao mesmo tempo em que existe um certo ‘oba-oba’ no uso de reconhecimento facial, especialmente em países onde segurança pública figura entre as principais preocupações, como no Brasil, avançam reações negativas à disseminação dessa tecnologia. E de acordo com uma pesquisa divulgada nesta sexta, 7/2, pela GlobalData, 53% dos entrevistados se disseram contrários ao uso de sistemas de reconhecimento facial por órgãos de segurança. 

A pesquisa tem uma amostra pequena, de 644 entrevistados, mas é ilustrativa de como o reconhecimento facial é algo que divide opiniões. Mais do que isso, sugere que a resistência a esse tipo de tecnologia biométrica avança na mesma medida que a disseminação de seu uso. 

Há razões para isso. Desde que, ainda em 2018, uma das várias ferramentas de reconhecimento facial apontou incorretamente 28 congressistas americanos como criminosos procurados, outros estudos suportam a preocupação com a tecnologia biométrica. Num dos mais recentes, divulgado em dezembro de 2019 pelo NIST, o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos EUA, a análise de mais de 200 algoritmos de reconhecimento facial mostrou altas taxas de ‘falsos positivos’, e especialmente que elas são 100 vezes maiores para negros e asiáticos do que para brancos. 

Sucessivas conclusões como essa levaram a cidade de San Francisco, nos EUA, a banir o uso de reconhecimento facial pela polícia. Movimento que foi primeiramente seguido por outras cidades, como Oakland e Somerville, mas que se alastrou para estados. Oregon, New Hampshire e Califórnia já têm leis a respeito. Nova Jersey e Nova York estão na fila. Enquanto isso, a Europa estuda suspender o uso de tecnologias de reconhecimento facial por cinco anos, conforme proposta em análise pela Comissão Europeia. Entre os dados preocupantes, a constatação de que o sistema de reconhecimento facial amplamente utilizado pela polícia de Londres, na Inglaterra, faz identificações incorretas de potenciais suspeitos em 81% dos casos. 

No Brasil, onde a segurança pública é problema sério, pelo menos cinco estados já adotam a tecnologia – Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraíba e Ceará – enquanto Distrito Federal, Minas Gerais, Pará e Espírito Santo planejam entrar no clube. A experiência indica, no entanto, que a tecnologia reforça os preconceitos de sempre: segundo pesquisa da Rede de Observatórios de Segurança, mais de 90% dos presos com uso desses recursos são negros. 



BC: Pagamento pelo WhatsApp terá de provar proteção aos dados

"Um arranjo que começa com 120 milhões de clientes não é pequeno", explicou Roberto Campos Neto.

Empresas nacionais reclamam da burocracia e deixam de investir em Inovação

Em pesquisa do Instituto Eldorado, empresas alegam que os instrumentos de fomento são burocráticos ou desconhecidos. Mais da metade das companhias ouvidas assumem que estão investindo menos em novas tecnologias.

Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G