Clicky

Rodrigo Abreu é o novo presidente da Oi

Luís Osvaldo Grossmann ... 31/01/2020 ... Convergência Digital

Rodrigo Abreu assume nesta sexta, 31/1, como novo presidente da Oi. O executivo foi eleito por unanimidade em reunião do Conselho de Administração na véspera, em consequência da renúncia de Eurico Teles, anunciada pelo próprio ainda em dezembro de 2019. 

Abreu, que já presidiu a Cisco no Brasil e comandou a TIM entre 2013 e 2016, vinha atuando na Oi desde setembro de 2018, e no passado foi nomeado diretor de operações, posição na qual, na prática, o deixou à frente do novo plano estratégico da empresa, que privilegia a expansão da rede de fibra óptica e não descarta a venda da operação móvel. 

Como explicou a Oi no comunicado ao mercado nesta sexta, “o Sr. Eurico de Jesus Teles Neto apresentou sua renúncia ao cargo de Diretor Presidente da Companhia, tendo o Conselho de Administração da Oi, por unanimidade, eleito o Sr. Rodrigo Modesto de Abreu para assumir o cargo de Diretor Presidente da Companhia, nos termos da ciência formal dada ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e ao Juízo da Recuperação Judicial”.

O comunicado ressalta que como diretor de operações Abreu já tornara-se : responsável pela operação do core business da Companhia, englobando as áreas de finanças e administração, planejamento e desempenho operacional, centro de gerenciamento de rede – CGR, logística e S&OP, infraestrutura, serviços a clientes, engenharia, sistemas, digital, atendimento a clientes, planejamento e qualidade, varejo e empresarial, vendas varejo e empresarial, relacionamento com clientes, corporativo, marketing varejo e empresarial, ouvidoria e atendimento”. O posto de COO, agora vago, aguarda nova deliberação do Conselho.

Como também lembrado pela operadora, Eurico Teles, que agora deixa a empresa depois de 40 anos, foi o condutor da costura e aprovação, em dezembro de 2017, do plano de recuperação judicial Oi, então com dívidas próximas a R$ 65 bilhões. 

“A Companhia expressa o mais profundo agradecimento ao Sr. Eurico Teles pela sua integral dedicação à Oi durante os quase 40 anos em que integrou o seu quadro de colaboradores e, em especial, durante seu mandato como Diretor Presidente, reconhecendo as contribuições e resultados significativos atingidos pela Oi ao longo da sua gestão, sobretudo em seu processo de recuperação judicial, ora em curso. A Companhia deseja ao Sr. Eurico Teles todo o sucesso em seus futuros desafios profissionais.”


Internet Móvel 3G 4G
Governo e teles negociam um piloto 5G standalone

O anúncio foi feito pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo ele, seriam 20 pontos em todo o Brasil e outros ministérios participariam como o da Agricultura e o de Infraestrutura. "Queremos testar antes mesmo do leilão como funciona o 5G standalone. As negociações estão em andamento", disse.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Ganho global com Wi-Fi e Wi-Fi 6E chega a R$ 26 trilhões até 2025

Estudo destaca que o uso total da faixa de 6 GHz, com 1200 MHz para sistemas não licenciadas servirá como condutor de crescimento a taxas anuais de 150%. Também será essencial para o impulso da Internet das Coisas.

Veja mais matérias deste especial    •    Inscrição gratuita - Clique aqui

CVM cobra Telebras que anuncia renovação por 10 anos de contrato com Eletrobras

Acordo vale para o uso de fibras óticas e infraestrutura de telecomunicações com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A (Eletronorte) e Furnas Centrais Elétricas S/A (Furnas). Estatal teve movimentação atípica de ações.

Minicom: “Queremos o 5G standalone, que é o 5G de verdade, não um 4G plus”

Ao concluir viagem à Europa e Ásia para falar com fabricantes de equipamentos, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, avisou que o governo também defende a exigência do release 16 do 3GPP no leilão da quinta geração. 

Claro e Vivo se isolam contra a exigência do 5G pleno

TIM, provedores regionais, pequenos prestadores e operadoras competitivas reforçaram aos parlamentares que 5G pleno não custa mais nem atrasa implementação no Brasil.

Anatel publica regras para fim das concessões de telefonia

Regulamento de Adaptação do STFC traz prazos e procedimentos para Oi, Telefônica, Claro, Algar e Sercomtel decidirem sobre a migração do regime público para privado. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G