SEGURANÇA

Unicamp admite que foi invadida por hackers

Convergência Digital ... 24/01/2020 ... Convergência Digital

Uma das principais universidade do País, a Unicamp, assumiu que foi alvo de uma invasão de hackers. Nesta quinta-feira, 24/01, por meio de uma nota, a Unicamp informou que houve a invasão do site da Diretoria Acadêmica e um possível vazamento de dados privados.

A invasão foi detectada, inicialmente, em sistemas da Diretoria Acadêmica, mas a Reitoria admite que o problema pode ter acontecido também em outras áreas. Medida imediata de proteção foi tirar do ar o site da Diretoria Acadêmica.

A Diretoria Acadêmica é o órgão central da Universidade, responsável pelo registro e controle de todas as atividades da administração acadêmica, em todos os níveis de ensino.

Entre outras atividades, ela organiza, controla, orienta e dirige as atividades de atendimento ao público, matrículas, alteração de matrículas, inscrições de estudantes especiais, remanejamentos internos de cursos, emissão do Cartão Universitário e manutenção dos arquivos.

Na nota oficial, a diretoria da Unicamp informa que  a "Coordenadoria Geral de Tecnologia de Informação e Comunicação (CITIC) da Unicamp designou uma equipe para identificar as causas do incidente e a extensão dos danos. Medidas de contingência já estão sendo tomadas e não é necessária, por ora, nenhuma ação por parte dos usuários".


Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.

PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Para Idec, ação comprova que Metrô de SP não garante segurança de reconhecimento facial

Segundo entidade, que move processo contra o Metrô, empresa falhou em não realizar estudo para implantar a tecnologia. 

Bancos querem prisão por até 18 anos para cibercriminosos

Instituições financeiras pedem a aprovação urgente do PL 2638, apresentado na Câmara, pelo deputado Marcelo Ramos, PR/AM, que impõe punição rigorosa às fraudes cibernéticas. "A impunidade é um incentivo", diz Adriano Volpini, do Itaú-Unibanco.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G