INCLUSÃO DIGITAL

Saldo de R$ 1,2 bilhão vai para transmissores em cidades pequenas e banda larga na Amazônia

Luís Osvaldo Grossmann ... 24/01/2020 ... Convergência Digital

Depois que a Advocacia-Geral da União firmou posição sobre a destinação prioritária das sobras da migração da TV Digital, estimadas em cerca de R$ 1,2 bilhão, o projeto apresentado pela radiodifusão, que prevê digitalizar a transmissão em mais de 1,6 mil municípios ainda “analógicos” se tornou preponderante no Grupo de Implementação da Digitalização, Gired, que reúne teles, TVs, Anatel e governo. 

Havia propostas das teles móveis para que parte dos recursos fosse utilizada na ampliação da rede 4G, mas elas perderam fôlego com o entendimento da AGU. No lugar, o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações defende usar cerca de R$ 300 mil do saldo no projeto Amazônia Integrada – na prática uma repaginação do Amazônia Conectada, de implantação de cabos de fibras ópticas pelo leito dos rios amazônicos. 

A digitalização das transmissões nesses quase 1,7 mil municípios atende um vácuo deixado pelo acordo firmado ainda no começo do processo de migração para a TV Digital, que priorizou as maiores cidades do país e deixou as menores sem perspectiva concreta de digitalização. Em especial, cidades onde foram as prefeituras que arcaram com a instalação de torres para as transmissões analógicas de televisão. Nas contas das TVs, um universo onde vivem 13 milhões de brasileiros. 

O valor efetivo do saldo final ainda depende do atestado de que a Empresa Administradora da Digitalização, o braço operacional do processo, conclui totalmente suas obrigações de migração, distribuição de kits e mitigação de interferências. A liberação total da faixa de 700 MHz foi concluída em outubro de 2019, quando só restava algum resíduo de remanejamento de canais. Mas o montante, que inicialmente era estimado em algo perto de R$ 900 milhões está atualmente mais para R$ 1,2 bilhão. 


França vai obrigar remoção de conteúdo de redes sociais em 1 hora

Lei impõe a rápida exclusão de conteúdos que envolvam pedofilia e terrorismo e dá até 24 horas para remoção do que for considerado “manifestamente ilícito”. 

No Brasil, 45,9 milhões de pessoas ainda não acessam a Internet

Dados foram apurados pela PNAD Contínua IBGE e mostra que boa parte alega não saber usar ou falta de interesse. São 14,9 milhões de domicílios sem acesso à internet no Brasil. Mulheres superam os homens no acessso à Internet./p>

Governo inicia segunda etapa de contratação de ISPs para área de saúde

Está aberta a segunda chamada para a conexão de Postos de Saúde de todo o país. A RNP informa que, nessa etapa, onde não existir disponibilidade de fibra ótica será considerada alternativa em enlace de radio de frequência licenciada ou livre e satélite.

Novo PL obriga banda larga sem ônus para secretarias de educação e alunos

Medida seria compulsória durante calamidades públicas ou pandemias, mas com possibilidade de que os custos sejam cobertos pelo Fistel. 

Viasat entra no mercado de banda larga residencial com satélite da Telebras

Empresa ampliou parceria com Visiontec, que tem a estatal do governo como sócia, para distribuição e instalação das VSats e promete conexões de até 25 Mbps em 100% do território nacional. 

O que somos e fazemos na Internet têm consequências fora da Rede

A Internet segura passa pela conscientização do usuário que não uma persona virtual e uma real, diz o especialista em Segurança da Informação do CAIS/RNP, Yuri Alexandro.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G