Home - Convergência Digital

Startup de meio de pagamentos expande e abre 38 vagas

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 13/12/2019

A Vindi, plataforma especializada em pagamentos recorrentes no país, abriu 38 vagas para profissionais de diferentes áreas. A fim de expandir a operação, a empresa busca novos colaboradores das áreas de Engenharia de Software, Produto, Marketing e Comercial, além de vagas de Customer Experience, Cultura e Pessoas, Segurança da Informação e Suporte Técnico. De acordo com o Prêmio LinkedIn TOP Startups, a fintech figura entre as 25 startups mais desejadas do Brasil.

Atualmente, a Vindi conta com 130 funcionários, intitulados "Vindianos". De acordo com a Head de RH, Fernanda Ramos, um dos principais diferenciais da empresa está relacionado ao seu código de cultura organizacional. "Costumamos dizer que as pessoas são do bem e trabalhamos em prol disso. A valorização do colaborador é sempre elogiada pelos Vindianos, assim como o ambiente descontraído e que transmite nossa transparência e oferece autonomia para todos trabalharem em um espaço cada vez mais colaborativo", afirma.

A empresa preza pela comunicação e oferece voz ativa para que todos os profissionais opinem sobre as decisões a serem tomadas. O plano de carreira é mais um grande incentivo para quem tenha interesse em fazer parte da equipe da Vindi. "Além de oferecermos diversas possibilidades de crescimento, temos Vindianos que entraram como analistas e hoje são gerentes, assim como um alto índice de efetivação de estagiários, por exemplo. Trabalhamos diariamente para estabelecer um ambiente de constante desenvolvimento, capaz de ensinar os Vindianos sobre suas áreas e sobre nosso mercado", explica Fernanda.

Outros benefícios da companhia incluem vale refeição, auxílio transporte, assistência médica e odontológica, seguro de vida e auxílio creche. A Vindi conta ainda com projetos e ações que facilitam a colaboração com as pessoas tanto internamente quando fora. Por isso, nasceram dentro da empresa três comunidades que trabalham a diversidade e a manutenção de um ambiente seguro, além de auxiliar na qualidade de vida dos Vindianos. Para fazer parte da equipe é preciso atender aos Soft Skills.

"Buscamos perfis alinhados com a nossa cultura, já que estamos num processo de constante crescimento e queremos atingir grandes objetivos, que só serão possíveis com as pessoas certas", completa a Head de RH da Vinci. Mais informações: https://vindi.gupy.io/#utm_source=epr&utm_medium=PR&utm_campaign=PR-%20vindi&utm_content=PR-%20vindi-home

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

01/04/2020
Via Varejo tem vaga imediata para profissionais de TI

16/03/2020
Empresa de TI e gestão de risco abre mais de 200 vagas para o primeiro semestre

10/03/2020
Coronavírus: Québec mantém seleção de brasileiros e troca entrevista presencial por virtual

10/03/2020
Demanda por cientista de dados eleva salários para até R$ 12 mil

06/03/2020
Instituto de Tecnologia recruta profissionais e abre mais de 30 vagas

04/03/2020
Hackathon do Santander têm inscrições até o dia 10 de março

27/02/2020
B2W Digital oferece mais de 170 vagas na área de tecnologia

17/02/2020
Empresa de TI busca desenvolvedores Java

14/02/2020
Mercado busca freelancers em BI, BA e Growth Hacking

13/02/2020
Empresa de serviços de TI abre 40 vagas para mulheres

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

Coronavírus: Teles advertem que sem equipes técnicas na rua, há risco para a rede

O SindiTelebrasil está alertando Estados e municípios sobre a necessidade e urgência em manter suas equipes técnicas e os call centers em operação, ainda que de forma reduzida, para garantir a conectividade e como medida essencial.

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site