INOVAÇÃO

Novartis e RD simulam entrega de medicamentos por drone em São Paulo

Convergência Digital ... 03/12/2019 ... Convergência Digital

Com o objetivo de ampliar e agilizar o acesso a medicamentos e contribuir para reimaginar a logística na indústria farmacêutica, a Novartis, em parceria com a RD - RaiaDrogasil, realizou, no início de novembro, teste de entrega de fármacos utilizando drones.

"O uso de drones para entregas de medicamentos inaugura uma nova era para a logística de fármacos, uma vez que possibilita a ampliação do acesso em áreas remotas e mais agilidade no fornecimento, com possível redução de impacto ambiental e do tempo de entrega", explica Jorge Ryzwaniuk, Head de Supply Chain da Novartis - Brasil.

O modelo de drone selecionado pelas duas companhias foi DJI Matrice 200 e o local escolhido foi a cidade de Embu das Artes (SP), onde ficam os centros de distribuição de medicamentos da Novartis e da RD - RaiaDrogasil. Após autorização do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), o voo ocorreu em área de mata, sem residentes, conforme a legislação atual.

"Nove milhões. Esse é o número aproximado de pacientes atualmente atendidos pela Novartis. Sabemos que o uso de drones para distribuição de medicamentos ainda não está regulado na legislação brasileira, mas entendemos que é uma inovação necessária e que poderá beneficiar milhares de moradores de áreas remotas do país", complementa Ryzwaniuk.

Após análise das condições climáticas, o drone percorreu uma distância de quase 2 km, a uma velocidade de 30 km/h em quase 5 minutos, tendo seu trajeto monitorado em tempo real, com alterações de rotas ou cancelamento da operação sendo possíveis de serem realizadas a qualquer momento, assegurando assim a segurança do teste.

"A RD é uma empresa conectada com as mudanças que vem ocorrendo no setor farmacêutico e, ao lado da Novartis, pensa sempre em tudo o que pode melhorar a vida do consumidor e suas experiências de compra. Nosso foco é colocar os clientes no centro do negócio, por isso vemos muita sinergia com este projeto", afirma o diretor de logística da RD, Erivelton Marcos de Oliveira.

O teste, apesar de bem-sucedido, é ainda o primeiro passo nessa trajetória. Um grupo de trabalho formado por profissionais da área jurídica e de supply da Novartis e por demais profissionais de empresas parceiras tem a missão de avaliar e propor possíveis ações que assegurem a viabilidade deste tipo de iniciativa em larga escala. O teste realizado comprova a possibilidade e provoca os players e a sociedade brasileira a ter um debate mais profundo sobre as oportunidades e os desafios das entregas com veículos não-tripulados, os chamados drones.

Regras para uso de drone no Brasil

A regulamentação do espaço aéreo apresenta normas e restrições para o uso de aeronaves remotamente pilotadas (RPA). É proibido pilotar drones sobre pessoas, exceto quando elas autorizam. No caso de não ter a autorização, o drone deve manter uma distância de 30 metros das pessoas. Quando as RPAs forem voar acima dos 121 metros, os pilotos precisarão ter licença e habilitação, além de serem maiores de idade. As autorizações para pilotar drones são emitidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).


Cloud Computing
Computação em Nuvem entra na grade curricular da Escola Superior de Rede

Unidade de serviço da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) planeja 50 turmas distribuídas nas unidades de Belém, Brasília, Rio de Janeiro, Cuiabá, João Pessoa, Porto Alegre e Salvador, com carga horária de 16 a 40 horas.

Oi Futuro e Sebrae lançam edital de aceleração para empreendedores

Startups terão acesso a espaço de coworking e poderão ganhar prêmios de até R$ 25 mil. Iniciativa terá seis meses de duração e reúne mentorias, consultorias e workshops.

boostLAB, do BTG Pactual, abre espaço para ERPs, big data e Edtechs

A quarta edição do programa superou a marca de 260 empresas inscritas. Para o Batch #5 serão selecionadas de cinco a dez startups para seguirem no programa durante cinco meses. Inscrições abrem nesta quinta-feira, 05/12.

STJ valida sistema 'mailbox' e confirma patente por 20 anos

​A Terceira Turma do STJ, por unanimidade, estabeleceu em 20 anos o prazo de vigência de patente concedida pelo sistema mailbox, contado a partir da data do depósito do pedido pelo interessado.

Carros autônomos se multiplicam, mas estão longe do mercado de consumo

Segundo a consultoria Gartner, veículos equipados para direção autônoma mais que dobram a cada ano, mas só o custo dos sensores já os deixa restritos à pesquisa. 

Brasileiros já incluem dispositivos IoT em lista de desejos

Pesquisa da Avast lista smartwach, caixa de som inteligente, lâmpada e termostato conectados como principais itens de consumo do momento. 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G