Home - Convergência Digital

P&B Compliance oferta curso de adequações à LGPD

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 28/11/2019

Em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor no Brasil e a medida ainda traz incertezas sobre o que as empresas e profissionais devem fazer para se enquadrarem adequadamente às regras. Com uma proposta de apoio aos envolvidos no processo, a P&B Compliance, empresa especializada em consultoria, gerenciamento, análise, redução de riscos nos processos administrativos e proteção de dados, realiza no dia 07/12, em São Paulo, um curso de conceitos, riscos e impactos que a LGDP trará para as empresas.

O curso, ministrado pelo advogado Lucas Paglia, sócio da P&B Compliance, é focado para executivos, profissionais de TI, de segurança da informação, da área jurídica, especialistas em governança e Compliance e profissionais de RH.
Para o encontro, serão abordados dois temas específicos: "LGPD nas Relações do Trabalho" e "LGPD como um processo integrativo do Compliance".

Os conceitos foram definidos por serem pontos críticos de toda e qualquer organização, principalmente com as pequenas e médias empresas (PMEs), que deverão implementar um modelo de gestão segura, em relação aos dados de todos os envolvidos.

Além da LGPD, também será debatido entre os participantes as políticas de compliance nas empresas - conjunto de disciplinas que garantem transparência nas atividades e nos negócios. "Essas diretrizes organizacionais são muito importantes para os negócios. Hoje, já existem estados brasileiros, como Amazonas e Rio de Janeiro, que só autorizam a participação de empresas nas Licitações que comprovem ter um Programa de Compliance e Integridade efetivo", diz Paglia.

A LGPD regulamenta vários aspectos sobre Privacidade e Proteção de Dados na relação entre empresas e clientes, bem como entre empresas e seus colaboradores. Para atender à LGPD, as empresas terão que rever processos internos, alternar os termos e cláusulas de contratos com clientes, funcionários e fornecedores, além de providenciar tecnologias que garantam o sigilo, a confidencialidade e a segurança das informações armazenadas e manipuladas.

As empresas que não aderirem ou implementarem as novas regras, poderão sofrer desde a aplicação de multa de até R$ 50 milhões, até a suspensão e/ou exclusão de toda a base de dados da empresa, bem como a proibição de toda e qualquer atividade empresarial que envolva tratamento de dados. A lei entra em vigor em agosto de 2020.

Serviço:
Curso de LGPD
Quando: 07 de Dezembro (sábado)
Horário: das 09h às 13h
Onde: Associação dos Ex-alunos do Colégio Dante Aligheiri
Local: Alameda Jaú, 1135, Cerqueira Cesar – São Paulo (AP)
Valor: R$ 350,82 + R$ 35,08 de taxa – parcelamento em até 12x
Inscrição até 05 de dezembro
Ingresso: Curso LGPD -
https://www.sympla.com.br/curso-lgpd-lei-geral-de-protecao-de-dados__696547

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

31/03/2020
Datalege lança cursos online para formação de DPO

09/03/2020
Menos de 40% das empresas estão preparadas para cumprir a LGPD

06/03/2020
OLX é condenada a pagar R$ 20 mil por dados pessoais sequestrados de cliente

27/02/2020
LGPD e o crescimento das PrivacyTech

13/02/2020
Empresas de TI do Rio têm curso de capacitação para a LGPD

07/02/2020
LGPD: adequação das empresas vai acontecer no 'tranco' no Brasil

31/01/2020
Google recorre ao STJ contra Justiça do Rio que impôs a quebra de sigilo de dados de usuários

27/01/2020
Mensagens de WhatsApp obtidas sem autorização são provas ilícitas

23/01/2020
Quase 60% das PMEs não começaram a adequação à Lei de Dados Pessoais

14/01/2020
Dados Pessoais: MP investiga vulnerabilidade do Boa Vista SCP no Cadastro Positivo

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site