Clicky

Telefónica abre mão da América Latina, mas mantém Brasil no centro da estratégia

Ana Paula Lobo* ... 27/11/2019 ... Convergência Digital

A Telefônica decidiu vender seus negócios na América Latina e manter apenas o Brasil. Serão vendidas as unidades da Argentina, México, Chile, Peru e Equador. Oficialmente, a operadora fala em uma 'separação operacional' dos negócios em língua espanhola na região. A Telefónica centrará suas atenções nos mercados da Espanha, Reino Unido, Brasil e Alemanha, revelou nesta quarta-feira, 27/11, o presidente-executivo, Jose Maria Alvarez-Pallete.

Isso significa que o duopólio que se viu na América Latina - o embate entre a América Móvil (Claro) e a Telefónica - está perto de acabar e a operadora de Carlos Slim, dono da Embratel, Claro e NET no Brasil, reinar absoluta nos países latino-americanos. No Brasil, a disputa entre as teles se manterá, pelo menos é o que adiantou Pallete, em entrevista coletiva após a reunião do conselho de Administração, em Madrid.

“O modelo está esgotado e precisamos nos reinventar”, afirmou aos jornalistas. A estratégia prevê reagrupar as atividades de cibersegurança e computação em nuvem, de olho em obter mais de 2 bilhões de euros por ano em receita adicional até 2022. Pallete foi além: revelou que a Telefónica vai conduzir uma revisão estratégica e que está aberta a fusões e aquisições.

A companhia acredita que a receita adicional virá de uma nova unidade, batizada de Telefónica Tech, formada inicialmente pelo grupamento dos negócios da empresa nas áreas de cibersegurança, Internet das Coisas e computação em nuvem. “Tudo será conectado e emitirá informações em tempo real, então haverá uma explosão de dados”, disse o presidente da Telefónica. A empresa também informou que vai criar uma unidade para abrigar sua carteira de torres de comunicações. A divisão fornecerá serviços para outras operadoras e incorporará parceiros.

*Com informações de agências de notícias


Internet Móvel 3G 4G
Receita tem novo app que permite MEI pedir restituições pelo celular

Pelo APP MEI, que está disponível nas lojas Apple (App Store) e Android (Play Store), também será possível consultar o histórico de restituições e a situação atual de cada pedido realizado pelo contribuinte.

Algar substitui Claro no 0800 do Ministério da Economia

Contrato de R$ 28,7 mil tem validade inicial de um ano, até o final de 2021. 

Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

Estudo indica valores semelhantes aos projetados pela Anatel, de R$ 1,1 bilhão para o uso de filtros e R$ 1,8 bilhão para mudança da recepção de antenas para a banda Ku.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G