Home - Convergência Digital

França diz não aos EUA e mantém Huawei no páreo para 5G

Convergência Digital* - 25/11/2019

A França não seguirá os Estados Unidos e não excluirá a chinesa Huawei de sua rede de telecomunicações 5G, mas vai examinar todos os fabricantes de equipamentos para evitar qualquer potencial ameaça à segurança do país, disse uma secretária de Estado da Economia nesta segunda, 25/11.

O órgão regulador francês de telecomunicações, Arcep, iniciou a tão esperada venda do espectro 5G na quinta-feira, encerrando meses de intenso debate entre as operadoras e autoridades de telecomunicações do país sobre a melhor maneira de implantar a nova tecnologia de internet móvel ultrarrápida.

“Não miramos um fabricante de equipamentos”, disse a secretária de Estado vinculada ao Ministério da Economia, Agnes Pannier-Runacher, ao canal BFM Business, nesta segunda-feira. “Não há exclusão.” 

“Há três fabricantes de equipamentos de telecomunicações ativos na França. A Huawei tem uma quota de mercado de 25%, há também Nokia e Ericsson. A Samsung ainda não está ativa na França, mas se interessa pelo 5G”, disse Pannier-Runacher.

“O governo não excluirá ninguém. Não estamos seguindo a posição dos Estados Unidos”, acrescentou. “Proseguiremos analisando caso a caso.”

As operadoras de telecomunicações terão que solicitar a permissão do gabinete do primeiro-ministro para seus projetos de rede 5G e receberão autorizações com base em considerações que envolvem a segurança nacional. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/07/2020
Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

25/06/2020
Covid-19 impôs revisão dos projetos 5G na América Latina

23/06/2020
Huawei: Brasil sempre teve um mercado aberto e justo no setor de TIC

19/06/2020
CEO da Algar: Banir fornecedor do 5G seria um tremendo equívoco

18/06/2020
Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

17/06/2020
Qualcomm leva 5G para smartphones de baixo custo

Destaques
Destaques

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site