Clicky

INOVAÇÃO

Comitê com 10 órgãos vai unificar apoio federal às startups

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/11/2019 ... Convergência Digital

O governo federal criou um Comitê Nacional de Iniciativas de Apoio a Startups com 10 órgãos e o objetivo de unificar as políticas voltadas ao fomento de empresas iniciantes de base tecnológica. Esse novo comitê reúne os ministérios da Economia e Ciência e Tecnologia, Banco Central, BNDES, CNPq, Embrapa, Finep, ABDI, Apex e Sebrae. 

“O governo tem duas maneiras de incentivar as startups, com o fomento clássico e com a redução de barreiras regulatórias. O Comitê atua na primeira frente, reunindo instituições com pelo menos uma iniciativa nessa área. A ideia é permitir uma articulação mais efetiva, evitar duplicação de esforços e garantir que todos os estágios de desenvolvimento de uma startup sejam contemplados”, afirma o diretor de ecossistemas inovadores do MCTIC, Otávio Caixeta. 

Uma ação na segunda frente deve se materializar até o fim do ano, com a apresentação de uma proposta de projeto de lei construída a partir de uma consulta pública realizada em meados deste 2019 sobre o ambiente específico das empresas iniciantes, que misturam novos arranjos produtivos a investimentos de alto risco. 

Além de articular as iniciativas no âmbito federal e promover boas práticas, caberá ao novo comitê “disponibilizar e atualizar plataforma em formato digital com registro de iniciativas públicas de apoio a startups”. Segundo o diretor de ecossistemas inovadores, trata-se de um canal unificado que deve estar disponível no início de 2020. 

“Hoje, é preciso ir buscando de agência em agência, em cada órgão federal envolvido no tema, pelas iniciativas de apoio às startups. O objetivo aqui é ter um canal único com a sociedade e com esse ecossistema para facilitar as informações”, completa Otávio Caixeta. 


Cloud Computing
CSC Brasil vira QADS e investe em conselho de notáveis em TI

Comprada pela Qintess no ano passado, a ex-CSC Brasil, agora QADS, montou conselho consultivo com nomes fortes da tecnologia no Brasil, entre eles, um dos responsáveis pela Internet comercial no país, Ivan Moura Campos.

Câmara aprova marco legal das startups

Entre as inovações, empresas iniciantes poderão ser beneficiadas por regras diferenciadas de agências regulatórias como a Anatel. Texto vai ao Senado.

Ericsson processa Samsung por patentes em briga de até R$ 900 milhões

Impacto faz parte da projeção da fabricante sueca no lucro com royaltes que pode deixar de receber no trimestre.  Essa não é a primeira batalha entre as empresas. Em 2012, a Samsung pagou US$ 650 milhões à Ericsson.

Huawei: setor elétrico tem de priorizar cibersegurança para evitar apagões

Flávio Hott, gerente de produto para Energia da fabricante, disse ainda que smart grids em 4G, e depois no 5G, são investimentos efetivos para melhorar o desempenho operacional das redes.

Copel vai investir R$ 3,5 bi em redes inteligentes

Presidente da estatal, Daniel Slaviero, prevê também a chegada da compra direta de energia pelo consumidor até por celular, como ocorre na Europa. A partir de 02 de janeiro, começa a instalação dos medidores inteligentes em 450 mil unidades.

Dynatrace: Na saúde, o software tem de ser perfeito para garantir a jornada digital

A saúde digital aumenta a complexidade dos ambientes internos de TI, observou Marco Aurelio Silva, territory manager da Dynatrace, ao participar do 5X5 TecSummit.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G