Home - Convergência Digital

Claro fecha com Google e oferece RCS, o novo SMS

Convergência Digital - 14/11/2019

A Claro fechou parceria com o Google e vai disponibilizar aos clientes o recurso RCS – Rich Communication Service –, serviço de mensagens instantâneas para aparelhos Android, que é considerado a evolução do SMS.

O RCS vai muito além do SMS: é possível compartilhar áudios, imagens, vídeos, Gifs, adesivos e tantos outros arquivos; há suporte à criação de grupos de bate-papo; o recurso de saber se o outro já está digitando a resposta; além da possibilidade de utilizar o RCS via Wi-Fi. Ou seja, torna a conversa com os contatos muito mais dinâmica.

Além disso, o cliente pode se comunicar via RCS com clientes de qualquer operadora, em todo o mundo. E, para facilitar, ao enviar uma mensagem, o usuário terá à disposição, na tela do seu smartphone, a informação para identificar se o contato também possui o RCS disponível ou se o envio seguirá por SMS.  

“O RCS é mais uma opção para o nosso cliente ter uma nova experiência de comunicação e interação, por outro canal e com vários recursos. A nova funcionalidade chega para cumprir o papel de conectar os clientes da Claro para uma vida mais divertida e produtiva”, explica o diretor de Marketing da Claro, Marcio Carvalho.

Para o futuro, a Claro estuda expandir o serviço para o setor corporativo e também para se comunicar com o assinante via RCS. “Imagine que as marcas poderão ter mais uma opção, além do SMS. É possível abrir um canal multimídia e mais atrativo e cômodo para os seus consumidores”, finaliza Marcio Carvalho.

Ao longo dos próximos dias, os clientes Claro que possuem smartphones com o sistema operacional Android - a partir da versão 5.0 Lollipop - serão habilitados gradativamente a utilizar o novo serviço. Para acessar o RCS, o usuário deve verificar se o aplicativo “Mensagens”, desenvolvido pelo Google, já está embarcado no aparelho. Caso não esteja, é necessário baixar o app na Play Store e estar conectado à internet.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/07/2020
Alpargatas adota rede social corporativa do Google e G Suite

16/07/2020
Em ação global, Idec pede ao CADE que investigue compra da Fitbit pela Google

14/07/2020
Justiça ordena Google a reativar sites da prefeitura de Poços de Caldas

10/07/2020
Claro e Banco PAN unem acesso à internet e conta digital para cliente pré-pago

08/07/2020
5G da Claro será na faixa de 2,6 GHz

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

10/06/2020
STJ transfere para agosto decisão de quebra de sigilo do Google Brasil

04/06/2020
Anatel também rejeita pedido da Claro contra acordo Vivo/TIM

27/05/2020
Google abre temporada de cursos gratuitos sobre nuvem

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site