Convergência Digital - Home

Mercado global de nuvem vai crescer 55% até 2022

Convergência Digital
Convergência Digital - 13/11/2019

O mercado global de serviços de computação em nuvem pública vai crescer 17% em 2020, para US$ 266,4 bilhões, segundo projeções da consultoria Gartner. É um crescimento sobre os 15,8% esperados para este 2019 e de acordo com as estimativas tende a bater em US$ 354,6 bilhões em 2022 – acumulando mais de 55% de alta até lá. 

“A adoção da nuvem é mainstream”, aponta a Gartner, o que sustenta projeções altas associadas aos investimentos e resultados nesse setor. “As soluções de nova geração são quase sempre ‘aprimoradas pela nuvem’, o que significa que são construídas sobre as capacidades de plataformas de nuvem entregarem capacidades digitais de negócios”, avalia. 

Software como serviço vai se manter como o maior segmento do mercado de nuvem, representando 43% do total ou US$ 116 bilhões do valor de mercado estimado para 2020. Em seguida, o segmento de infraestrutura como serviço vai movimentar US$ 50 bilhões. 

Isso significará um crescimento de 24% sobre os números de 2019 e segundo aponta a Gartner, pode ser atribuído às demandas de aplicações e workloads, que cada vez mais exigem capacidades que os datacenters tradicionais não conseguem acompanhar. 

A consultoria indica, ainda, que as várias formas de cloud computing estão entre as prioridades de investimentos para o próximo ano, segundo apontam CIOs globais. “À medida que as organizações aumentam a dependência de tecnologias de nuvem, as áreas de TI correm para adotar aplicações nativas em nuvem e realocar os ativos digitais existentes. Construir, implementar e amadurecer estratégias de nuvem continuará entre as principais prioridades nos próximos anos.”


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site