Clicky

NEGÓCIOS

Telecom em queda, TI em alta mexem no desempenho geral dos serviços

Convergência Digital ... 12/11/2019 ... Convergência Digital

Em setembro de 2019, o setor de serviços no Brasil teve crescimento de 1,2% frente a agosto. O acumulado no ano foi de 0,6%. Em termos trimestrais, observou-se crescimento de 0,6% no terceiro trimestre deste ano, quinto resultado positivo seguido neste tipo de confronto. O acumulado nos últimos 12 meses, ao passar de 0,6% em agosto para 0,7% em setembro de 2019, assinalou ligeiro ganho de ritmo, segundo anotou o IBGE na pesquisa divulgada nesta terça, 12/11.

O avanço de 1,2% no volume de serviços, observado na passagem de agosto para setembro, foi acompanhado por quatro das cinco atividades de divulgação investigadas: transportes e correios (1,6%), serviços profissionais, administrativos e complementares (1,8%), serviços prestados às famílias (0,8%) e de outros serviços (0,5%). 

Em contrapartida, os serviços de informação e comunicação (-1,0%) assinalaram a única taxa negativa de setembro, eliminando, portanto, parte do ganho de 2,3% acumulado entre julho e agosto.

Visto apenas os serviços de telecomunicações, o desempenho é negativo: houve recuou de 1,1% em setembro, depois de quedas em agosto (-1,7%) e julho (-1%). Como resultado, esse segmento acumula entre janeiro e setembro queda de 0,8% e de 0,6% em 12 meses. 

Já os serviços de tecnologia da informação reduziram o ritmo em setembro, tendo registrado alta de 10%, depois de crescer 16,4% e 18,7% em julho e agosto, respectivamente. Nos nove primeiros meses, a alta acumulada é de 13,7% (13,3% em 12 meses). 

Na comparação com igual mês do ano anterior, o volume do setor de serviços avançou 1,4% em setembro de 2019, tendo o ramo de serviços de informação e comunicação (2,2%) exercido “a contribuição positiva mais relevante em setembro de 2019, impulsionado, em grande medida, pelo aumento na receita das empresas de portais, provedores de conteúdo e ferramentas de busca na Internet; de desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis; de suporte técnico, manutenção e outros serviços em TI; e de edição integrada à impressão de livros”.


Cloud Computing
Banco Central elege Open Source e nuvem como bases da infraestrutura do PIX

A Red Hat, uma empresa da IBM, foi a vencedora da licitação feita pela Autoridade Monetária para a construção da arquitetura de TI do novo meio de pagamentos brasileiro. As novas funcionalidades do PIX, como transações de comércio eletrônico, também estão sendo desenvolvidas na plataforma Open Source.

No melhor momento em 30 anos, indústria de semicondutores quer Padis até 2029

Fábricas no Brasil tocam a transição para os modelos SSD e respondem ao aumento na demanda das memórias, mas temem o fim dos incentivos em 2022. 

Open Banking: Fase inicial não prevê compartilhamento de dados de correntistas

A partir desta segunda-feira, 01/02, entra em funcionamento no Brasil a primeira fase do Open Banking , cuja regulação será implementada de forma gradual, faseada e evolutiva, até 15 de dezembro de 2021.

Emissão de certificado digital pela internet vai usar bases de dados da CNH e do TSE

Videoconferência, já permitida para as renovações, também poderá ser usada na primeira emissão de certificados digitais. ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, responsável pela ICP-Brasil, vai definir bases públicas para confirmação da biometria. 

Multinacional de software reforça a atuação em Brasília

A Liferay comemora 10 anos na América Latina ampliando sua atuação no Centro-Oeste. Para tocar os negócios na capital brasileira, a empresa contratou Bruno Bergamaschi, ex-IBM e Gartner.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G