Clicky

NEGÓCIOS

TS Shara: variação da energia no Brasil é risco para o mundo hiperconectado

Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos ... 11/11/2019 ... Convergência Digital

Fabricante nacional com 30 anos de atuação, a TS Shara, especializada em nobreaks e estabilizadores de tensão, está investindo na produção local de inversores para suportar as variações bruscas no fornecimento de energia no País, revela o diretor comercial e de marketing da companhia, Jamil Mouallem.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante a Futurecom 2019, realizada de 28 a 31 de outubro, em São Paulo, o executivo sustenta que Telecom e convergência digital são oportunidades para novos negócios. "O sistema de telecom ainda utiliza 48 volts de corrente contínua. Os sistemas novos, como os voltados para edge computing, já estão migrando para 110 volts. Isso tudo exige equipamentos robustos para suportar o processo. O processamento paralelo exige um ambiente seguro de energia", acrescenta Mouallem.

Com uma fábrica de oito mil metros quadrados em São Paulo, a TS Shara admite que investir no Brasil não é uma tarefa simples. "Mesmo com os incentivos é preciso muita determinação", observa. Para 2020, o executivo diz que há muito por investir. "Energia é um ponto crítico para esse mundo hiperconectado", adiciona. Assista a entrevista com o diretor comercial e de marketing da TS Shara, Jamil Mouallem.


Cloud Computing
Tomada de decisão de compras ainda é feita com análise manual de dados

Pesquisa mostra que medida é usada por 49% dos gestores ouvidos em 21 países, inclusive no Brasil. Quase 80% dos entrevistados admitiram ainda não terem uma visão clara, automática e em tempo real das despesas em geral.

Motorola Solutions incorpora banda larga em rádio digital e acirra disputa por redes privadas

Apesar de desconversar sobre uma possível rivalidade com as teles, a fabricante incorpora chips 3G e 4G ao rádio digital usado em aplicações de missão crítica. Equipamentos ainda não foram testados no Brasil, mas expectativa é ter pilotos no segundo semestre.

Covid-19 impõe mais investimentos em TI nas empresas brasileiras em 2021

Segurança da Informação, inteligência de dados, com Big Data e Analytics, e a nuvem pública são os principais itens de investimentos em TI ao longo do ano, revela a IDC. Crescimento do segmento deverá ficar em 7,1%. Telecom, por sua vez, deverá ter um impulso bem menor, 1,9%.

Empresas de Internet lideraram fusões e aquisições em TIC no Brasil

Tecnologia da Informação veio em segundo lugar, de acordo com o estudo da KPMG. Segundo a consultoria, foram realizadas 1.117 fusões e aquisições no Brasil em 2020. A presença dos fundos de Venture Capital foram relevantes para os novos negócios.

No melhor momento em 30 anos, indústria de semicondutores quer Padis até 2029

Fábricas no Brasil tocam a transição para os modelos SSD e respondem ao aumento na demanda das memórias, mas temem o fim dos incentivos em 2022. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G