Home - Convergência Digital

Ericsson: 72% dos decisores querem 5G em 2020 no Brasil

Convergência Digital - 08/11/2019

Uma sondagem de opinião realizada pela Ericsson entre 29 e 31 de outubro, em São Paulo, aponta que 64% dos executivos de telecomunicações acreditam que o 5G terá papel habilitador para a transformação da economia. 

A pesquisa, sustenta a fabricante, ouviu 878 “decisores” em fornecedores, provedores e empresas referências no setor, dos quais 72% disseram que atrasar o leilão 5G seria negativo. Apenas 7% posicionaram-se favoráveis ao referido atraso. Ainda esperado para 2020, o leilão pode ficar para 2021.

“O 5G será o principal fator de transformação econômica, competitividade e ganho de eficiência dos mais diferentes setores da economia na próxima década. E o Brasil não pode perder o timing para dar mais esse importante passo”, afirma o diretor de Relações Institucionais da Ericsson, Tiago Machado.

Segundo ele, “é realmente importante que o Brasil tome uma série de medidas regulatórias como parte de uma política pública mais ampla que assegurem a introdução da tecnologia no Brasil ainda em 2020”, defende, listando o próprio leilão de frequências 5G “sem um viés arrecadatório” e a aplicação da Lei Geral de Antenas em todos os municípios do país.

Os grandes clientes, no entanto, são menos enfáticos em relação ao prazo. Na mesma Futurecom onde a pesquisa foi realizada, os executivos de Vivo, Tim e Oi indicaram preferir o leilão no fim de 2020 ou mesmo em 2021. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/07/2020
Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

25/06/2020
Covid-19 impôs revisão dos projetos 5G na América Latina

23/06/2020
Huawei: Brasil sempre teve um mercado aberto e justo no setor de TIC

19/06/2020
CEO da Algar: Banir fornecedor do 5G seria um tremendo equívoco

18/06/2020
Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

17/06/2020
Qualcomm leva 5G para smartphones de baixo custo

Destaques
Destaques

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

De acordo com a KPMG, será preciso ainda cuidar da avaliação de riscos, governança, gestão da configuração e gestão da cadeia de suprimentos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site