Convergência Digital - Home

Embratel: é hora de as empresas adotarem políticas de gestão de controle da nuvem

Convergência Digital
Por Fábio Barros e Carlos Afonso - 05/11/2019

Cloud Computing deixou de ser tendência para se tornar realidade no mercado brasileiro. Agora, fornecedores e usuários trabalham na consolidação de um ecossistema que garanta a entrega e, principalmente, o gerenciamento das soluções em nuvem. O diretor de Alianças Estratégicas da Embratel, Tomaz Oliveira, lembra que a computação em nuvem hoje é o ponto central da estratégia de crescimento de toda e qualquer empresa e pilar básico de qualquer processo de transformação digital.

“A transformação digital se apoia em três vértices: propósito, com todos querendo melhorar a experiência do cliente; assessment, com a busca da estrutura adequada para isso; e tecnologia, já que não há transformação sem ela. E aqui, o cloud é o pilar básico”, defende. O executivo lembra que a nuvem vem deixando de ser apenas uma camada de infraestrutura como serviço, assumindo a entrega de praticamente todos os aplicativos utilizados nas empresas. “É isso que tem levado aos modelos híbridos, porque as grandes empresas não vão abrir mão de suas estruturas legadas, mas também não podem abrir mão da agilidade e flexibilidade trazidas pela nuvem”, diz.

Oliveira acrescenta, no entanto, que a nuvem não é necessariamente um redutor de custo, principalmente quando se fala em ambientes híbridos ou multicloud, ou ambos. “Nesse contexto é muito fácil perder o controle de orçamento. Por isso é hora de as empresas adotarem políticas de gestão de controle”, afirma, lembrando que os ecossistemas de fornecedores vêm se consolidando com empresas capazes de auxiliar seus clientes em toda a jornada para nuvem. Assista à entrevista.


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site