NEGÓCIOS

Dell: Brasil precisa aproveitar melhor as oportunidades da transformação digital

Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos ... 30/10/2019 ... Convergência Digital

Para entregar serviços e produtos a clientes e fornecedores, a nova TI se expande além dos muros das empresas e invade a área de telecomunicações, avalia o presidente da Dell Technologies do Brasil, Luís Gonçalves. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, no Futurecom 2019, que acontece esta semana, em São Paulo, o executivo disse que, hoje, TI e Telecomunicações vivem uma relação simbiótica. "A TI gera valor usufruindo da infraestrutura de telecom, que também faz usufruto da TI para crescer", enfatizou.


Com as novas tecnologias, o dado seguirá o protagonista, disseminado em toda a economia. "Não tenho dúvida que a próxima década será a consolidação do reinado dos dados, com a missão de transformar a informação em diferencial de negócio", preconizou Gonçalves.

A Dell, que completa 20 anos de atuação no Brasil em 2019, já trabalha para a próxima década, em que as novas tecnologias, entre elas o edge computing, vão consumir muita Tecnologia da Informação. "Resumindo os 20 anos, falaria em comprometimento com o desenvolvimento do Brasil. O futuro virá com muito mais tecnologia", relatou.

Sobre tranformação digital, o presidente da Dell Technologies do Brasil disse que não é correto considerar que o Brasil  está atrasado, mas admitiu que o País poderia aproveitar melhor as oportunidades de digitalização. Assistam à entrevista com Luís Gonçalves.


Cloud Computing
Redes óticas de 400 Gb/s são o próximo patamar dos data centers

Furukawa é a fornecedora de cabeamento ótico do data center do Sirius. "As linhas de luz são responsáveis pela geração de uma quantidade enorme de informação: em média, são tiradas mil fotos por segundo, que representam 80 Gb de informações por segundo", afirma Eduardo Miqueles, líder do Grupo de Computação Científica do Sirius.

#apoieojornalismoespecializado é prorrogada até 31 de julho

Campanha foi estendida como agradecimento aos apoiadores: ABERT, ABES, Abinee, Abranet, Abratel, Abrint, ABTA, Algar, Assespro, Associação Neo,Brasscom, Brisanet, Cisco, Claro, Commscope, CPQD, Embratel Claro, Ericsson, F5, Feninfra, Fitec, Futurecom 2020, Highline, Huawei, Infobip, Intel, Kryptus, Mercado Livre, mobi2buy, PadTec,
Positivo Tecnologia, NIC.br, Oi, RNP, SAS, SindiTelebrasil, Stefanini,
Surf Telecom, Sky, Take, TelComp, TIM ,  Vero Internet, Viasat, Vivo e WDC Networks. 
A #apoieojornalismoespecializado une os veiculos - Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside. Participe. Venha fazer parte do time que apoia o jornalismo especializado.

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Empresa de meio de pagamentos quer investir em serviços financeiros e em ferramentas de vendas online. Em abril, a companhia, em parceria com o Grupo Globo, lançou a TON, voltada para trabalhadores autonômos.

Covid-19 fez produção da indústria eletroeletrônica recuar 9,1% em março

Abinee adverte que no mês de abril haverá uma nova queda, provavelmente ainda mais aguda, por conta das medidas de isolamento social.

#apoieojornalismoespecializado

Ação inédita une o Convergência Digital, o Mobile Time, o Tele.síntese, o Teletime e a TI Inside para uma campanha integrada para chamar a atenção para a relevância e o papel do jornalismo especializado setorial. O movimento é para financiar os esforços jornalísticos durante esse período de pandemia de Covid-19. Saiba quais são as empresas que já aderiram à nossa iniciativa e estão ajudando o jornalismo especializado.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G