Home - Convergência Digital

Vivo abre 120 vagas no Programa de Estágio 2020

Da redação - 23/10/2019

A Vivo está com inscrições abertas para o seu Programa de Estágio 2020 e estudantes de todos os cursos são bem-vindos. O que a empresa busca é a vontade de fazer acontecer do candidato e sua capacidade de enfrentar desafios. Ao todo, são 120 vagas disponíveis para estagiar em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife e Belém. As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de novembro pelo site http://www.programaestagiovivo.com.br/ .

Entre os requisitos necessários estão conclusão de curso prevista para acontecer entre dezembro de 2020 a dezembro de 2021, bons conhecimentos no Pacote Office, disponibilidade para estagiar de 4h a 6h diárias (horário flexível a ser combinado). Conhecimentos de idiomas não serão exigidos. O aprendizado da língua inglesa fará parte do desenvolvimento dos estagiários durante o programa. Os selecionados terão acesso a trilhas de desenvolvimento técnico e comportamental, com a maior parte focada em experiências do dia a dia e também em interações com sua equipe.

A Vivo quer conhecer as habilidades e competências dos participantes, portanto, a seleção será às cegas. O processo contará com etapas que serão online, como um teste no qual espera-se que os candidatos apresentem características como empatia, colaboração, adaptabilidade, espírito de dono, autonomia e confiança. Além disso, dinâmica de grupo online, painel com os gestores e entrevista individual farão parte da mecânica. Uma vez selecionados, os 120 estagiários atuarão em áreas da empresa agrupadas em quatro clusters: Tech / Digital; Marketing; Customer Experience / User Experience; e Estratégia.

"Queremos todos na Vivo, pois temos compromisso forte com uma cultura mais inclusiva. Buscamos extrair o melhor das pessoas, capacitando e desenvolvendo suas competências. Nosso programa de estágio está em linha com esses atributos, por isso a proposta é trazer mais diversidade por meio de talentos com vontade de transformar e de construir o futuro com a gente", destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da Vivo.

A bolsa auxílio do programa de estágio da Vivo é compatível com o que é oferecido no mercado e a empresa disponibiliza ainda benefícios como celular corporativo com plano de dados; vale refeição e transporte; plano de saúde; seguro de vida; day off de aniversário.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/07/2020
UISA, de bionergia, contrata Vivo para ter 4G e IoT na produção de bionergia

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

29/06/2020
Vivo Play embarca Amazon Prime Video em sua plataforma

26/06/2020
Vivo Empresas fecha parcerias para clientes nas áreas de saúde e serviços

15/06/2020
Vivo e Santander se unem para importar 200 respiradores

04/06/2020
Anatel também rejeita pedido da Claro contra acordo Vivo/TIM

27/05/2020
Ao condenar Vivo, Justiça decide que Código do Consumidor é aplicável a pessoas jurídicas

18/05/2020
Vivo tem 130 novas vagas e já contratou 400 durante a Covid-19

11/05/2020
Vivo anuncia mais quatro cidades com rede FTTH

06/05/2020
Covid-19 reduz recargas e venda de aparelhos e respinga no lucro da Vivo

Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos vigentes

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site