INTERNET

Advogados sozinhos não garantem o sucesso da implantação da LGPD

Por Roberta Prescott ... 18/10/2019 ... Convergência Digital

Não serão apenas os advogados responsáveis pelo sucesso da implantação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) nas corporações, sustentam executivos da SAP, da IBM e Ernst & Young (EY) durante painel na ABES Conference 2019, realizado no dia 14/10, em São Paulo. Diante da experiência europeia, eles aconselham: o bom resultado passa por ter uma equipe disciplinar, ou seja, ter advogados, especialistas em Tecnologia e da área de negócios.

Aprovado em 15 de abril de 2016, o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados da União Europeia (GDPR, na sigla em inglês) entrou em vigor em 25 de maio de 2018, após um período de transição de dois anos. O regulamento sobre privacidade e proteção de dados pessoais é aplicável a todos os indivíduos na União Europeia e Espaço Económico Europeu e regula a exportação de dados pessoais para fora da UE e EEE. 

Entre as lições aprendidas, Tony De Bos, sócio-líder global de privacidade e proteção de dados da Ey Holanda, destacou que a operacionalização da GDPR é multidisciplinar e resulta em uma complexa governança da privacidade. Para ele, todo processo deve ser orientado a dados. "Os clientes são mais propensos a se engajar com companhias que protejam a sua privacidade", disse. Além disso, ele apontou que o uso máximo de análise de dados requer uma estratégia de informar aos clientes e que a adoção de ferramentas é a chave para o sucesso de uma operacionalização sustentável da GDPR.

Do lado das empresas, Christina Montgomery, vice-presidente e líder global de privacidade da IBM dos Estados Unidos, apontou que implantar os requisitos para ficar em conformidade com as exigências da GDPR foi desafiador e promoveu mudanças na companhia. "A IBM tem como princípio a confiança e a transparência; e tratamos sempre os dados e os insights como pertencendo aos seus criadores", ressaltou.

Ficar em conformidade com o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados da União Europeia (GDPR, na sigla em inglês) foi mais uma evolução que uma revolução na SAP, destacou Corinna Schulze, diretora de relações governamentais e para assuntos corporativos globais na SAP da Bélgica. "O GDPR é para proteger o indivíduo atrás dos dados e não os dados em si. Então, tem de se balancear os diferentes interesses", disse.

Dentro do processo de implantação, a SAP estabeleceu globalmente políticas de proteção de dados e privacidade, criou um sistema de gerenciamento da proteção de dados, medidas técnicas e organizacionais e estabeleceu uma rede para coordenar globalmente a privacidade e a proteção de dados. Após sua apresentação, Corinna Schulze falou para a CDTV. Acompanhe:


Revista Abranet 31 . maio-julho 2020
Veja a Revista Abranet nº 31
A pandemia da Covid-19 fez a rotina mudar num piscar de olhos. E coube à internet mostrar a sua força. O aumento significativo do tráfego de dados por conta do teletrabalho e do isolamento social foi uma realidade assustadora. Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Comércio pela internet dispara e movimenta 12% das vendas no Brasil

Segundo pesquisa da Camara-e.net e da Compre & Confie, vendas em junho foram 110% superiores há um ano. Alta no semestre beira os 60%. 

Slack acusa Microsoft de impor o Teams vinculado ao Office

OTT alega que a empresa norte-americana está vinculando o Teams ao Office para forçar a aceitação do produto, que disputa espaço com o Slack e com o Zoom nessa era de pandemia.

Justiça ordena Google a reativar sites da prefeitura de Poços de Caldas

Justiça exigiu ainda os e-mails aos quais os sites do Município excluídos no início de julho estavam vinculados, a data e hora da exclusão, bem como endereço IP de quem foi responsável pelo ato.

Fake News: Artigo 10 é ineficaz e traz impacto negativo para privacidade

No primeiro debate realizado na Câmara dos Deputados para discutir o PL 2630, aprovado no Senado, especialistas advertiram: remédio demais pode virar veneno.

Venda digital aumentou 800% no Burguer King com Covid-19

Empresa, com mais de 900 lojas no País, diz que, em 13 semanas, vivenciou uma mudança maior que em 15 anos de atuação. "O drive-thru responde por mais da metade das vendas", diz o CEO Iuri Miranda.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G