Home - Convergência Digital

Cientista de Dados, desenvolvedor, CTO e analista de segurança da Informação são os mais procurados em TI

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/10/2019

A versão 2020 do Guia Salarial produzido pela consultoria Robert Half apresenta os cargos mais procurados pelas empresas em diferentes setores de atuação e também as faixas salariais para quem ocupa as posições indicadas em pequenas, médias e grandes empresas. O Convergência Digital disponibiliza a parte dedicada à Tecnologia.

A nova edição passou por uma mudança de metodologia: as tabelas salariais, que antes traziam as remunerações mínimas e máximas de cada posição, foram substituídas por quatro faixas salariais, determinadas pelo nível de qualificação e experiência do candidato, bem como pela complexidade de seu cargo ou indústria e setor de atuação.

Ou seja: o primeiro salário que aparece logo após o nome do cargo corresponde à menor remuneração encontrada pela firma para este cargo e o último valor, que fica à direita, representa o maior.

Veja abaixo a relação de cargos mais procurados em diversos setores de trabalho, principais habilidades exigidas pelas marcas e perspectivas salariais na área de Tecnologia.

Posições em alta: Gerente de TI Generalista, Desenvolvedor, Cientista de Dados, Chief Technology Officer (CTO) e Analista de Segurança da Informação.

Habilidades mais demandadas: Domínio do idioma inglês, Agilidade, Foco em resultado, Visão estratégica e Boa comunicação.

Perspectiva de remuneração em 2020 em Reais:

Gerente de TI Generalista - 15.450/ 20.000/ 25.850/ 31.450.

Desenvolvedor full stack sênior - 8.100/ 10.500/ 13.550/ 16.500.

Cientista de Dados - 13.100/ 17.000/ 21.950/ 26.700.

Chief Technology Officer (CTO) - 24.700/ 32.000/ 41.350/ 50.300.

Analista de Segurança da Informação Sênior - 7.750/ 10.000/ 12.950/ 15.750.

“Para serem valorizados, os profissionais devem seguir investindo em suas habilidades técnicas, mas é essencial desenvolver também suas habilidades comportamentais, ou soft skills. Além disso, independentemente da área de atuação, manter-se atualizado quanto às tendências em tecnologia será primordial para conseguir incremento no salário”, aponta Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half no Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/01/2020
PGR questiona Contrato Verde e Amarelo no STF

15/01/2020
Québec, no Canadá, quer desenvolvedor de software e analista digital do Brasil

08/01/2020
TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

16/12/2019
LGPD amplia vagas para big data, ciência de dados e machine learning

13/12/2019
Startup de meio de pagamentos expande e abre 38 vagas

18/11/2019
Dispara procura por analista de dados e assistente virtual no terceiro trimestre

14/11/2019
Startup brasileira de TI abre 45 vagas

11/11/2019
No Brasil, Justiça impede demissão por namoro entre funcionários

07/11/2019
QuintoAndar quer contratar analistas de dados

04/11/2019
Fornecedora de serviços digitais abre 80 vagas de emprego em todo o Brasil

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Análise de requisitos define sucesso ou morte dos projetos de TI

Como demonstra o professor e pesquisador Marcos Kalinowski, do departamento de informática da PUC-RJ, especificação boa ou ruim pode triplicar a produtividade ou aumentar em até 50% os custos. O professor da PUC-RJ coordena um projeto de pesquisa na área de Engenharia de Requisitos que envolve mais de 50 pesquisadores de 20 países.

Negócios na nuvem vão gerar 491 mil empregos diretos no Brasil até 2024

A batizada, 'economia Salesforce', formada pelo ecossistema de parceiros e clientes da companhia, vai gerar nos próximos seis anos, 780 mil empregos indiretos e uma receita de R$ 247 bilhões em novos negócios. Transformação digital será responsável por 50% dos gastos com software e computação em nuvem.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site