Equipe do Supremo Tribunal Federal trabalha para impedir que o algoritmo tenha viés na tomada de decisão, conta o Assessor da Presidência, Alexandre Freire.

" /> Victor, a IA do STF, reduziu tempo de tarefa de 44 minutos para cinco segundos - Convergência Digital - Inovação
INOVAÇÃO

Victor, a IA do STF, reduziu tempo de tarefa de 44 minutos para cinco segundos

Por Roberta Prescott e Rafael Mariano ... 17/10/2019 ... Convergência Digital

O Supremo Tribunal Federal desenvolveu uma Inteligência Artificial, batizada de Victor, que contribui  para dar maior eficiência na análise de processos, com economia de tempo e de recursos humanos. Tarefas que os servidores do Tribunal levam, em média, 44 minutos, podem ser feitas em cinco segundos pelo Victor. O algoritmo baseado em aprendizado de máquinas tem por finalidade analisar os temas de repercussão geral que, ainda que o STF tenha afirmado que não iria decidir, chegam a casa.

"O Victor analisa de forma automática se um recurso vincula matéria que o Supremo já disse que não examinará. No passado existia uma equipe para examinar estas matérias e hoje há apenas uma equipe que faz revisão", afirmou em entrevista em vídeo para CDTV, durante a ABES Software Conference, realizado no dia 14/10, em São Paulo, Alexandre Freire, assessor especial da presidência do STF.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). O nome Victor é homenagem a Victor Nunes Leal, ministro do STF de 1960 a 1969, autor da obra "Coronelismo, Enxada e Voto" e principal responsável pela sistematização da jurisprudência do STF em Súmula, o que facilitou a aplicação dos precedentes judiciais aos recursos, basicamente o que é feito por Victor.

Na entrevista, Alexandre Freire também explicou que como o tribunal tem trabalhado para que não haja viés no uso de IA. "É necessário que se faça um estudo da melhor forma da construção argumentativa para que se evite que a máquina venha a pender apenas para um lado do litígio. Mas é um processo lento e gradual", afirmou. Assistam a entrevista.


Cloud Computing
DNIT assume dívida de R$ 21,3 milhões com o Serpro por serviços de TIC

Entre os serviços no rol das pendências está a oferta de dados como serviço (Quarzo), conforme revela o reconhecimento da dívida feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Diário Oficial da União.

Zello, o chatbot do TCU com IA, passa a emitir certidões via WhatsApp

Estão disponíveis as certidões de licitante inidôneo, de contas julgadas irregulares para fins eleitorais e não eleitorais, de inabilitado para função pública, e o nada consta de processos no TCU. 

Indústria 4.0: Procura por recursos públicos supera 50 vezes o valor destinado pelo governo

O edital de subvenção econômica da Finep e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações recebeu uma demanda equivalente a R$ 2,5 bilhões, quando o disponível é de R$ 50 milhões. Resultado final será divulgado dia 15 de outubro.

Finep seleciona R$ 107 milhões em projetos de inovação

Foco dos incentivos é para soluções relacionadas à pandemia de Covid-19. 

STF avança na transformação para ser 100% digital

Resolução editada pelo Supremo impõe que, a partir de agora, todos os processos originários ajuizados no Tribunal devem ser protocolados por meio eletrônico. Ferramenta permite incorporar de áudio e vídeo nos autos.

Obr.Global abre inscrições para programa voltado aos investidores anjos

Iniciativa Angel Success Series tem duração de dois meses e, pela primeira vez, acontecerá 100% online. Inscrições vão até o dia 10 de agosto.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G