GESTÃO

Servidores federais em SP adotam Táxigov, o app do governo

Convergência Digital ... 01/10/2019 ... Convergência Digital

Órgãos públicos federais em São Paulo também vão começar a usar o sistema de transporte por aplicativo, batizado de TáxiGov, a partir de novembro deste 2019, segundo informa o Ministério da Economia. O sistema, em uso em Brasília desde 2017, começou a avançar para outros estados este ano. 

No caso de São Paulo, a Associação dos Taxistas Prime (Fuji Táxi) foi a vencedora da licitação, com preço de R$ 2,83 por quilômetro rodado. Segundo o Ministério da Economia, isso representa um valor 60% menor que o atual sistema de transporte e também ficou 12% abaixo do valor estimado no edital. 

Lá, o Táxigov, que é um sistema de chamadas por aplicativo semelhante às versões privadas, deve atender 19 instituições federais, como hospitais, agências reguladoras, institutos federais e universidades. O contrato prevê 1,2 milhão de quilômetros de viagens, que deverão ser realizadas num período de 12 meses, totalizando o valor total da licitação, de R$ 3,4 milhões.

“O modelo que já está consolidado no Distrito Federal agora será expandido para São Paulo e Rio de Janeiro. Isso comprova a eficácia da iniciativa, que é bem avaliada pelos servidores e gera economia aos cofres públicos”, afirma o secretário de gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert. No Rio, a licitação foi realizada em julho. 

Nas contas da secretaria, a substituição de carros próprios ou alugados pelos órgãos públicos de Brasília pelo novo sistema resultou em economia de 65%. Mais de 17 mil servidores e colaboradores utilizaram o serviço, superando 450 mil corridas. O tempo médio de espera é de seis minutos. E a nota do app é 4,9, sendo 5 a nota máxima. 

* Com informações do Ministério da Economia


Empresas de software reagem a novo imposto no Rio de Janeiro

Tributo, oriundo do Fundo Orçamentário Temporário (FOT), passaria a valer a partir de 01 de janeiro, mas liminar, concedida à FIRJAN, adiou a cobrança para março. "Legislação é inconstitucional e vamos reagir", diz o presidente do TI Rio, Benito Paret.

Contrato bilionário de serviços na nuvem do TJSP com Microsoft volta à mesa com decisão do STF

Supremo suspendeu uma resolução do CNJ que obriga aos tribunais a adotarem plataforma desenvolvida pelo próprio Judiciário para tramitação eletrônica de processos.

Ministério da Justiça vai usar OTTs de mensagem para mandar intimações

Não está claro se as intimações irão por WhatsApp e Telegram ou por apenas um OTT. Os interessados têm de concordar em receber a intimação pelo celular.

Governo estuda como transferir dados para Serpro e Dataprev pós-privatização




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G