Home - Convergência Digital

Cidade do Rock no Rio vira Cidade 5G

Convergência Digital* - 30/09/2019

A 20ª edição do Rock in Rio abriu nesste final de semana e a cidade do Rock se tornou a primeira cidade 5G do país, graças a uma rede implantada pela Oi em parceria com a Huawei para testes e experiências de uso da nova tecnologia,. Foi a primeira vez que o público do Rock in Rio – estimado em 100 mil pessoas por dia – pôde estar conectado por uma rede de WiFi gratuita, disponível para clientes de qualquer operadora.

Apenas nos três primeiros dias do festival o consumo de dados alcançou 34,28 Terabytes, volume que equivale a mais de 28 milhões de fotos em alta definição. Foram registradas mais de 14,7 mil conexões simultâneas no Oi Wifi no domingo, terceiro dia do Rock in Rio. A Oi montou uma infraestrutura de fibra óptica de 56 quilômetros para atender exclusivamente o evento.

Cidade 5G

Quinta geração da conexão móvel, ainda não disponível no Brasil, o 5G foi usado pela equipe de conteúdo do evento para a cobertura em suas redes sociais, com lives diárias e posts na sessão “Por trás das Câmeras”. As postagens mostraram os bastidores do que aconteceu durante as 14 horas diárias de festa no maior festival de música e entretenimento do mundo, com mais de 250 atrações espalhadas por nove palcos. O 5G tem uma performance até 10 vezes superior à da rede 4G, possibilitando altíssima velocidade no envio e recebimento do conteúdo trabalhado pela equipe do Rock in Rio durante o festival.

“Estamos bastante satisfeitos com o primeiro fim de semana de Rock in Rio, onde implantamos com sucesso a rede 5G e transformamos o evento na primeira cidade conectada pela nova tecnologia, com aparelhos operando nessa rede em alta velocidade e baixíssima latência. O WiFi liberado também atendeu todo o público presente, que pôde compartilhar facilmente fotos e vídeos nas suas redes ”, diz José Claudio Moreira Gonçalves, diretor de Operações da Oi.

Outra ação foi o lançamento da versão mobile do jogo Call of Duty, que foi criado no início dos anos 2000 para PCs e depois ganhou versões para diversos tipos consoles. O game foi lançado no espaço Freeplay, na Oi GamePlay Arena by GameXP, onde o público pode jogar online em smartphones 5G conectados pela Oi. A ação é resultado de uma parceria entre a Game XP e a Oi, primeira operadora brasileira a fazer testes com a quinta geração de telefonia móvel em demonstrações abertas ao público no Brasil.

Já a cobertura do Oi Wifi se estendeu por 345 mil m² do evento – quase a totalidade do parque –, incluindo o Palco Mundo, com 550 hotspots. Para manter a alta conectividade do local e a disponibilidade de todos os serviços (Internet, Oi WiFi e celular), foram instaladas também sete antenas para reforço da cobertura móvel 3G e 4G.

O som dos palcos Mundo e Sunset foi transmitido pela fibra da Oi, assegurando a amplificação dos shows para toda a Cidade do Rock com baixíssima latência, o que eliminou a possibilidade de delay entre a imagem do artista no telão e o som que chegava nas caixas distantes do palco. O sistema de iluminação dos dois palcos também utilizou a fibra da Oi.

Responsável por fornecer toda a infraestrutura de internet e conectividade do Rock in Rio 2019, a Oi está fornecendo links de dados de altíssima capacidade, totalizando 30 GB para garantir a conexão do evento. Para assegurar a disponibilidade dos serviços de internet na Cidade do Rock, que está totalmente conectada pela fibra da Oi, a companhia montou o NOC (Network Operation Center), o Centro de Monitoração Integrado que controla toda a operação na Cidade do Rock.

*Com informações da Oi

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

26/06/2020
Oi Soluções une Wi-Fi ao big data &analyitcs

25/06/2020
Covid-19 impôs revisão dos projetos 5G na América Latina

23/06/2020
Huawei: Brasil sempre teve um mercado aberto e justo no setor de TIC

22/06/2020
Oi vende streaming com pagamento por cartão de crédito

19/06/2020
CEO da Algar: Banir fornecedor do 5G seria um tremendo equívoco

19/06/2020
Agência de risco S&P reduz nota da Oi por novo plano de recuperação

18/06/2020
Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

Destaques
Destaques

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

De acordo com a KPMG, será preciso ainda cuidar da avaliação de riscos, governança, gestão da configuração e gestão da cadeia de suprimentos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site