INTERNET

Michael Stanton: Lutar pela manutenção da liberdade da Internet é prioridade global

Ana Paula Lobo ... 30/09/2019 ... Convergência Digital

O cientista de redes e ex-diretor da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Michael Stanton, foi um dos admitidos no Hall da Fama da Internet. Ele recebeu a homenagem na categoria Conectores Globais, neste sábado, dia 28/09, em evento realizado na Costa Rica. O hall da fama reconhece indivíduos que fizeram "contribuições significativas para o desenvolvimento e a expansão do uso da Internet em uma escala global".

Michael Stanton é o terceiro a receber o reconhecimento da Internet Society em nome do Brasil, depois de Demi Getschko, Conselheiro do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br), em 2014; e Tadao Takahashi, o primeiro Coordenador do Projeto RNP, em 2017. Em entrevista ao Convergência Digital, Michael Stanton adverte que, hoje, a missão é a de garantir a característica libertária da Internet, a partir da neutralidade de rede, como forma de evitar a discriminação dos conteúdos.

"Espero que esse princípio que esteve na formação da rede se mantenha pelos próximos 20 anos e que consigamos ampliar ainda mais a integração entre os países, criando novos fluxos globais de informação, como temos trabalhado com o Bella (Building Europe Link to Latin America), a primeira conexão direta entre América Latina e Europa, e com o SACS (South Atlantic Cable System), cabo submarino que liga o Brasil a Angola, inaugurado em 2018. Isso é importante para descentralizar os fluxos de comunicação globais e estimular a produção científica colaborativa. Ter conectividade escalável também é fundamental, para dar suporte à inovação, gerando propostas e soluções para desafios que já são vislumbrados em diversas áreas, como energia, agricultura e saúde", sustentou Stanton.

Ao ser indagado sobre o papel do Brasil e como projeta a Internet para os próximos 20 anos, o cientista de redes ressaltou que o papel da Internet é o de mitigar desigualdades para garantir oportunidades de educação para todos a partir da sua expansão. Para Michael Stanton, o papel do Brasil ao longo das próximas duas déecadas é estreitar cada vez mais os laços com a comunidade acadêmica e criar ambientes de inovação para ter uma rede robusta, que suporte cada vez mais o crescente volume de dados e necessidades da sociedade.

O momento atual da Ciência e Tecnologia no Brasil é preocupante, mas Michael Stanton prefere manter um tom otimista. Segundo ele, há atores do governo e da sociedade empenhados em garantir a atenção e os recursos que as áreas de ciência e tecnologia e educação merecem. "O que considero importante destacar é o quanto a Ciência e a Tecnologia são a base estratégica para o futuro do país, pois resulta em produção de alto valor agregado e gera riqueza econômica, intelectual e social", completa.

Michael Stanton foi um dos 19 premiados pelo Hall da Fama da Internet. Com ele também recebeu a homenagem a norte-americana Kimberly Claffy, pioneira no campo de coleta, medição e análise de dados da Internet.


Coronavírus: Justiça do Recife celebra casamento por videochamada na Internet

Cerimônia foi realizada por uma chamada de vídeo por celular do juiz da 1ª Vara de Família e Registro Civil da Capital do Recife, Clicério Bezerra.

Demonizar a Internet não resolve a falta de educação

O Brasil precisa de mais diálogo e educação na Internet e entender que a rede é um meio. "A falta de civilidade digital é um retrato da nossa sociedade", afirma Caio Almeida, da Safernet.

Internet no Brasil está longe de ser um ambiente saudável

"Está faltando senso crítico ao internauta", adverte o ciberevangelista Anchises Morais. Ele adverte que os cibercrimosos avançam sobre o medo do Coronavírus.

No Brasil, ainda há quem pense que a Internet é uma terra sem lei

A afirmação é da advogada especializada em direito digital, Cristina Sleiman. Segundo ela, qualquer ato na Internet tem uma consequência e é passível de punição.

TJSC condena Facebook a indenizar em R$ 5 mil por postagens ofensivas

“Empresa tinha o dever legal de exibir as informações de IP e log de acessos solicitadas”, diz a decisão. 

Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G