TELECOM

TelComp: preservar a concorrência é obrigação do novo Marco de Telecom

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 24/09/2019 ... Convergência Digital

Passada a fase de aprovação do PLC 79 no Congresso Nacional, a discussão, agora, tem de centrar em como os investimentos prometidos serão feitos, afirma o presidente-executivo da TelComp, João Moura."Não haverá apoio a obrigação a investimentos ineficazes, mas não se pode ter investimentos que já seriam feitos pelas empresas na troca de obrigações e que acabem dando vantagens competitivas. Precisamos saber quanto e como serão feitos esses investimentos de forma transparente", declara o executivo em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital.

Buscar modelos diferentes de atuação, a partir da mudança legal que está por vir, é um dos temas do XII Seminário TelComp 2019, que acontecerá no dia 12 de novembro, em São Paulo. Para João Moura, o momento é o de inovar e de buscar opções para que novos atores entrem no ecossistema. " O compartilhamento dos bens que serão construídos é uma das medidas a serem discutidas, assim como a realização de leilões reversos”, sugere.

Para João Moura, é urgente que órgãos do governo se coordenem em prol de uma política para o desenvolvimento digital. "Não se pode perder tanto tempo como estamos perdendo. O que importa é a fibra funcionando bem para que novos negócios sejam gerados", preconiza.

A plataforma SNOA, sistema eletrônico de “compra” e “venda” de acesso a redes de telecomunicações, criada pela Anatel em 2013, poderia vir a ser um facilitador, mas ela teria de passar por uma reformulação. "A Agência terá de rever as questões de precificação, que simplesmente não estão funcionando", sintetiza o presidente-executivo da TelComp. Assistam a entrevista com João Moura, da TelComp.


Internet Móvel 3G 4G
No Brasil, TIM nega descarte da Huawei para rede 5G

Segundo a agência Reuters, operadora teria excluído a fabricante chinesa da lista de potenciais fornecedores em compras na Itália e no Brasil.  Escolhidos teriam sido: Cisco, Ericsson, Nokia, Mavenir e Affirmed Networks.

STF decide que Lei estadual que proíbe fidelização é constitucional

Para a Ministra relatora Rosa Weber, a lei do Rio de Janeiro apenas veda a fidelização, sem interferir no regime de exploração ou na estrutura remuneratória da prestação dos serviços. O objetivo, segundo ela, é apenas a proteção dos usuários.

Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

Proposta foi apresentada em reunião do Conselho Diretor da Anatel.  Mas a faixa é usada pela Força Aérea Brasileira para aplicações de telemetria. Agência sugere destinar 30 MHz para satélites, como forma de evitar interferência.

Demanda por renegociação de contratos de telecom aumenta 30% na pandemia

Medida está sendo usada por grandes empresas do setor financeiro, varejo, concessionárias, tecnologia, entre outros, revela a consultoria VIA\W.

Telefone ainda é o canal preferido para reclamações sobre serviços

Desde o início da pandemia da Covid-19, mais de um terço das solicitações (36%) foi encaminhada por telefone, bem à frente chat (21%) e email (20%).

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G