Home - Convergência Digital

Google e Coursera oferecem certificado profissional de Suporte em TI

Convergência Digital* - 17/09/2019

O Google inicia o Certificado Profissional de Suporte em TI, curso desenvolvido pela empresa e hospedado no Coursera, plataforma de ensino on-line. Este programa faz parte do Cresça com o Google, iniciativa para ajudar os brasileiros a obterem as habilidades digitais necessárias para encontrar um emprego. O curso traduzido para o português, inicialmente anunciado a US$ 39 por mês, agora será oferecido por US$ 19, após um esforço do Google e do Coursera para garantir o acesso de brasileiros de todas as origens.

O curso foi projetado com o objetivo de preparar os alunos para um trabalho de nível básico em suporte de TI em aproximadamente seis meses. Nenhum treinamento ou experiência anterior é necessário. “Os laboratórios do programa são uma oportunidade para ganhar experiência prática. Isso te dá um gostinho do que é ser um profissional de suporte em TI”, diz a brasileira Sandra Massie, que fez o curso nos Estados Unidos. O Certificado Profissional de Suporte em TI ajudou Sandra a mudar sua carreira de gerente de um restaurante para consultora em TI de uma empresa americana.

Como parte desse lançamento, o Google está oferecendo bolsas a mais de 2 mil pessoas no Brasil graças a uma doação de R$ 4,5 milhões do Google.org, braço de filantropia do Google, à Junior Achievement Brasil (JA Brasil) para ajudar a comunidades carentes a terem acesso gratuito ao programa. A JA Brasil vai se juntar a outras organizações de sociedade civil e entidades governamentais com o objetivo de identificar pessoas em grupos prioritários, incluindo jovens, pessoas desempregadas, mulheres e negros, em vários Estados do Brasil, e fornecendo a eles uma bolsa de estudos. Os selecionados pela JA Brasil também receberão capacitação em habilidades complementares para estarem mais preparados para o mercado de trabalho.

Segundo dados do Hays Journal, considerando o cenário global para os próximos 10 anos, mais de 90% de oportunidades de emprego terão como requisito que os candidatos tenham conhecimentos digitais. Outro dado interessante é que pessoas com esse tipo de competência no currículo serão quatro vezes mais atraentes para as empresas em comparação com pessoas sem esse conhecimento.

De acordo com o índice de habilidades digitais apresentado no começo do ano pelo Google em pesquisa colaborativa com a McKinsey, o investimento em treinamento e desenvolvimento dessas habilidades pode acarretar em um aumento de R$ 70 bilhões no PIB do Brasil em 2025, correspondendo a um crescimento de 40% em renda. Quando o aluno concluir o curso, ele poderá optar por compartilhar suas informações diretamente com grandes empregadores que aceitaram considerar esses novos profissionais para vagas em suporte de TI, entre elas estão: Coca-Cola, Cognizant, Localiza, Magalu, Telhanorte, Tumelero, Rappi e Google entre outros.



Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/06/2020
STJ transfere para agosto decisão de quebra de sigilo do Google Brasil

27/05/2020
Google abre temporada de cursos gratuitos sobre nuvem

11/05/2020
MPF pede ao Google para tirar do ar vídeo de pastor vendendo feijão como cura da Covid-19

05/05/2020
Justiça diz que Google não é obrigada a avisar que vídeo da Porta dos Fundos pode ofender religiosos

29/04/2020
Google entra na guerra da videoconferência e libera Google Meet de graça

24/04/2020
Google vai exigir identificação de todos os anunciantes

13/04/2020
Google Cloud fornece treinamentos gratuitos online nos próximos 30 dias

13/04/2020
Google e Apple desenvolvem recurso que identifica quem testou positivo para Covid-19

08/04/2020
Google for Startups Accelerator promove turma 100% online

03/04/2020
Google: deslocamentos no Brasil despencaram 71% com isolamento

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Teletrabalho: medo de perder emprego cria obrigação de ficar 100% online

Pesquisa do LinkedIn aponta que 68% dos brasileiros têm trabalhado de uma a quatro horas a mais por dia por conta de estarem em home office. Maior parte reclama de ansiedade e estresse. Maioria também reclama da ausência dos colegas de trabalho, mas 43% se sentem mais produtivos com o trabalho remoto.

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos vigentes

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site