SEGURANÇA

MP investiga o que pode ser maior vazamento de dados do Brasil

Convergência Digital* ... 04/09/2019 ... Convergência Digital

Menos de um ano para a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - e ainda sem uma definição clara sobre a Autoridade de Proteção de Dados Pessoais - os vazamentos de informações seguem mobilizando o Judiciário. Nesta terça-feira, 03/09, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da Unidade Especial de Proteção de Dados Pessoais e Inteligência Artificial (Espec), instaurou Inquérito Civil Público (ICP) para apurar responsabilidades pelo suposto vazamento de dados pessoais dos clientes do Banco Pan.

No inquérito, o MPDFT aponta que uma provável vulnerabilidade na ferramenta de armazenamento de dados em nuvem, utilizada pela instituição financeira, expôs indevidamente 245 gigabytes, o que corresponde a 1.235.151 arquivos de documentos relacionados a clientes do Banco.O MPDFT obteve vasta documentação que inclui digitalizações de documentos pessoais como carteiras de identidade, carteiras de habilitação, comprovantes de residência, CPFs, cartões de crédito, contratos de financiamento, solicitações de saque e extratos bancários, dentre outros.

O MPDFT acredita que este poderá ser o maior incidente de segurança envolvendo dados financeiros no Brasil. Os anteriores envolveram, entre outros, o Banco Inter, que teve de pagar R$ 1,5 milhão por vazamento de dados de 19 mil clientes e a NetShoes, comprada pela Magazine Luisa, que pagou R$ 500 mil pelos dados vazados de dois milhões de clientes, ação, inclusive, que acelerou a sua venda.

Fonte: Assessoria do MPDFT


PF caça quadrilha que teria vazado dados do presidente Bolsonaro e de mais de 200 mil servidores

Ação policial acontece nos Estados do Rio Grande do  Sul e Ceará. Organização teria invadido sistemas de universidades, prefeituras e câmaras de veradores.

Microsoft faz megacorreção de vulnerabilidades de segurança

Companhia lançou correções para 129 vulnerabilidades, sendo 11 consideradas como críticas, que incluem o Office, SharePoint, Visual Studio e outros.

Globo afirma que ataque hacker não 'roubou' dados de usuários

Houve duas invasões ao sistema de notificações push da Globoplay e da GShow no final de semana. O ataque teria sido conduzido por um grupo hacker da Arábia Saúdita. Segundo a Globo, 'invasores se limitaram a enviar mensagens para toda a base'.

Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Em tempos de home office por conta do coronavírus, o gerente de segurança do CAIS/RNP, Edilson Lima, diz que cabe ao usuário redobrar seu cuidado. "Cada um tem de fazer sua parte", afirma.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G