INTERNET

Banda larga fixa: ISPs avançam e se aproximam da Claro no ranking nacional

Convergência Digital* ... 30/08/2019 ... Convergência Digital

O Brasil registrou, no mês de julho, um total de 32.058.402 contratos de banda larga fixa, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em comparação ao mesmo mês do ano passado, houve um aumento de 1.421.280 contratos.

As maiores participações de mercado, em junho de 2019, foram registradas pela Claro com 9.534.015 domicílios (29,73% do mercado), pela Vivo com 7.342.751 domicílios (22,90% do mercado) e pela Oi com 5.706.240 domicílios (17,78% do mercado). O conjunto das Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), empresas que detém menos de 5% de cada mercado de varejo de telecomunicações em que atua, ofertou banda larga fixa a 8.672.092 domicílios (27,05%).

Em relação a julho do ano passado, o grupo das PPPs apresentou o maior crescimento quantitativo da banda larga fixa, com um saldo de 1.815.963 contratos (+26,49%). Entre as grandes empresas, a Claro registrou aumento de 341.423 contratos (+3,71%), mas a Vivo e Oi apresentaram reduções, de 248.194 contratos (-3,27%) e de 474.654 contratos (-7,68%), respectivamente.

Em julho, quase um terço das conexões à internet no Brasil estavam acima dos 34 Megabits por Segundo (Mbps), foram contabilizados 10.991.626 domicílios (34,29% do total), seguida das de 2 a 12 Mbps em 8.803.372 estabelecimentos (27,46%), das de 12 a 34 Mbps em 7.852.215 domicílios (24,49%), das de 0,51 a 2 Mbps em 4.028.533 casas (12,56%) e até 0,51 Mbps em 382.656 locais (1,19%).


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Votação sobre PL das Fake News é alvo de guerra digital

Senado é obrigado a desmentir notícia falsa sobre o modelo de votação da consulta pública relativa ao PL que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet (PL 2.630/2020). Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, apoia responsabilizar as plataformas digitais. "A plataforma tem responsabilidade e sabe quando é um robô", afirmou.

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 

Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Trabalho de filtragem de conteúdo é  feito por algoritmos de inteligência artificial que identificam conteúdos abusivos com expressões de discurso de ódio, nudez adulta e atividades sexuais, violência e conteúdo explícito, bullying e assédio.

MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Em nota técnica, Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende ato de denunciar ou expor pessoas que promovem festas, reuniões ou outras atividades temporariamente proibidas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G